Páginas

sábado, 19 de maio de 2018

Noite silenciosa.




Mora em mim toda uma saudade,
na efervescência dos pensamentos,
a noite se alonga nestes tormentos,
há uma solidão na noite da cidade.


No peito a lavareda descontrolada,
sorrateira sufoca, quanto me mata,
reinvento olhar o que me maltrata,
vêm lembranças pousar na sacada.

Dolorosa esta saudade proeminente,
como um véu sobre toda esperança,
escurece minhas noites lentamente.

Cerro meus olhos com desconfiança,
para um anjo que surge sorridente,
veste-se de cupido, temo sua lança.   

Toninho
18/05/2018

Minha participação na BC_poetizando e encantando da professora Lourdes confira e participe todo final de semana aqui: filosofandonavidaproflourdes


Um bom fim de semana
com paz e alegria.


36 comentários:

  1. Um lindo poema de saudade, presa a alma em lembranças que por vezes alimenta, por vezes maltrata. Lindo tua participação Toninho! Já já a minha lá no blog!

    ResponderExcluir
  2. Maravilha,Toninho! Sempre muito bom te ler! Ótimo fds! abração,chica

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, querido amigo Toninho!
    Que lindo o vídeo! Escutei-o primeiro... me vi na noite enquanto meu amado não chega... bem assim: sentindo tudo, com o celular à mão, coração acelerado!
    "Nem a maldade do tempo consegue me afastar de você"... nada destroi um amor puro!
    Uma angústia que costumo definir como 'doce espera' pelo que virá...
    Dentro de quem ama sempre mora uma saudade linda... inevitável... é do amor crescente e 'insaciável'...
    Este fogo que arde no peito, Camões já o explicava muito bem... com exatidão... quem ama o sente... é lindo!
    É, de fato, muito dolorosa a tal da Saudade Silenciosa, mas faz parte, senão não seria 'amor de pele e coração'... seria só de imaginação.
    A flechada do cupido seja jogada na direção certa, amigo... para não lhe fazer sofrer. O amor não deveria dexiar um lastro de destruição jamais! Infelizmente, a gente sabe que acontece... é pena!
    Enfim, sentir o que traduziu no soneto com elegância, fervor e doçura que lhe é comum no seu poetar!
    Muito lindo, uma vez mais... Deus o abençoe muito em suas inspirações/vivências!
    Saúde, paz e amor!
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  4. Depois de me deliciar com mais uma publicação/poema deliciosa/o, deixo votos de um feliz fim de semana.
    .
    * Amor feito de pura verdade *


    ResponderExcluir
  5. À noite a saudade toca mais forte o nosso coração.
    Maravilhoso poema
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  6. Boa noite amigo Toninho! Obrigada por participar da BC mais uma vez com uma encantadora poesia.A saudade que cresce quando a noite cai nesta maravilhosa composição poética resultou nesta linda poesia. Amigo estou comentando pelo celular seu link adicionar ao chegar em casa na segunda.Abracos continuação de um fim de semana feliz.

    ResponderExcluir
  7. Olá querido amigo Toninho, saudades deixa as pessoas mais doridas, eu sou muito saudosista e sofro com a perda do meu pai e recentemente com a partida de minha mãe, sinto que estou só no meio de tanta gente.Beijinhos e um terno e forte abraço

    ResponderExcluir
  8. Linda participação
    Gostei demais
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  9. A saudade faz encolher o nosso coração. Ela machuca e faz sangrar a nossa alma. Brilhante a tua sensibilidade em nos brindar com um tema tão peculiar que arrebata a todos. Cada um de nós com a sua saudade que corrói e nos torna bastante vulneráveis. O poema ficou deslumbrante meu amigo
    Beijos e uma semana plena de bênçãos e alegrias

    ResponderExcluir
  10. Dolorosa esta saudade proeminente ... e que o poeta tão bem a sabe descrever!!!bj

    ResponderExcluir
  11. A saudade é um tanto parecida com o amor, ora faz bem,noutra causa dor.Excelente sua participação com este soneto saudoso.
    Bom fim de tarde e ótima semana!
    Bjss no core amigo!

    ResponderExcluir
  12. Saudade é coisa misteriosa e, às vezes, maltrata cruelmente...
    Bonita participação, caro poeta...
    Bom domingo! Abç

    ResponderExcluir
  13. Todo o lirismo de uma dorida, mas, poética saudade refletida, refletindo sobre as luzes inertes da indiferente cidade. Bela participação.

    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  14. Boa noite, Toninho.
    Bonita participação.
    O Cupido quando lança sua flecha é praticamente impossível dela escapar.
    Muitas vezes, causa-nos dor e certos transtornos aliado ao de tão belo que sentimos no coração.
    Tudo de bom e linda semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  15. Brilhante participação! Um poema rico em sensibilidade e uma saudade palpitante, amei!
    Beijos e uma semana abençoada!

    ResponderExcluir
  16. Que beleza, querido amigo, não sei o poder da noite, mas que tudo piora quando o sol se põe, não tenho dúvidas. A noite deve ter seus segredos, seus poderes, mas quando clareia o dia, ufff, a coisa fica outra, parece que resolveremos e que a saudade já não tem o rosto da noite. Deem a lua, a saudade, o amor e o mar revolto a um poeta que ele faz milagres! Não é, amigo??
    Lindo, lindo poema.
    (já tem crônica, sim, quando você postou eu estava postando a última).
    Beijo

    ResponderExcluir
  17. A sua participação é magistral :))

    Hoje:- [ Poetizando e Encantado]-Conto as pétalas, e almejo a tua graça .

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda- Feira

    ResponderExcluir
  18. A noite manipula a cilada da saudade. E dói. E desencanta. E torna a encantar…
    Muito bom o seu poema, meu Amigo.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  19. Boa noite Amigo!
    Parabéns por mais uma postagem fantástica, uma bela poesia digna de um grande poeta. Abraços

    ResponderExcluir
  20. Amigo
    Mais uma belíssima inspiração e participação... com uma fantástica combinação de romantismo, a poesia nos faz viajar nos sonhos e você poetizou lindamente. Parabéns, abraços



    ResponderExcluir
  21. Boa noite amigo Toninho!
    Vim agradecer mais uma vez sua maravilhosa participação e dizer que o sucesso dessa BC é graças a sua participação e de todos! Muito obrigada! Feliz e abençoada semana.
    Desculpe a demora, mas acabei de adicionar seu link na postagem.
    Abraços

    ResponderExcluir
  22. Bom dia meu querido amigo Toninho.
    Um lindo poema. A noite os sentimentos ficam mas forte, inclusive a saudade. O bom é que a saudade significa amor. Pois só sentimos saudade se amamos. Quero lhe agradecer pelo conselho. A uns dias você lhe aconselhou a insistir com o médico sobre a descobrir a causa da queimação. Eu cheguei a ler seu comentário para minha filha. Resumindo a gente seguiu seu conselho. As vezes uma pessoa de fora enxerga mais de quem está passando pelo problema. Enfim fui em busca de uma solução. Acordei hoje depôs das mudanças que meu médico fez bem melhor. Que Deus lhe ilumina meu amigo. Muita saúde e alegrias. Um forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha alegria é lhe saber melhor e com todas as condições de melhorar ainda mais.
      E vai.
      Bjs amiga

      Excluir
  23. Toninho!
    Que soneto inspirado, aguardando através da noite a figura amada e com melancolia suspirada...
    Parabéns!
    Maravilhosa semana!
    “Gosto de ouvir. Aprendi muita coisa por ouvir cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca ouve. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/05/divulgacao-cultural-65-36-poetizando-e.html

    ResponderExcluir
  24. Amigo Toninho este seu sonete,, "Noite silenciosa", deu-me um grande prazer em fazer a sua leitura, afinal se trata da noite que sempre acolhe os chamados dos poetas dando-lhes inspiração, como se vê na primeira estrofe do soneto: .

    Mora em mim toda uma saudade,
    na efervescência dos pensamentos,
    a noite se alonga nestes tormentos,
    há uma solidão na noite da cidade.


    Este é o poeta Toninho, filho das Minas Gerais, terra de Drummond e de tantos outros grandes representantes da poética nacional. Parabéns, amigo Toninho.
    Uma semana de paz e de inspiração.
    Um grande abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir
  25. Meu grande amigo Toninho,
    Quanta beleza e esplendor
    No teu soneto de amor
    Em que o amor é o caminho

    Para a luz! Mesmo sozinho,
    Solidão será torpor
    Apenas, se o amor for
    Enorme, como adivinho

    Que o seja, pois o amor é
    Produto de nossa fé
    E também parte de Deus.

    Tua noite silenciosa
    É parte de Deus que goza
    Dos divinos fluidos teus.

    Parabéns, meu grande amigo já de longa data, que tanto admiro! Belo poema em que a poesia brota de tua alma como o jorro da água cristalina de uma fonte "surgente" ao pé da serra. Meus cumprimentos com o abraço fraterno deste amigo! Laerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muita gentileza mestre dos sonetos e de interações sempre maravilhosas com toda sua arte.
      Grato sempre.

      Excluir
  26. Um soneto cheio de saudade
    esperança
    e no entanto com medo do cupido

    gostei muito!

    beijinhos

    :)

    ResponderExcluir
  27. bonito Soneto Toninho, muito bem inspirado pelos mistérios da noite, bela, mas que pode esconder ameaças :) pelo que requer que a amemos mas com certa cautela bem representada no poema! será mesmo Cupido com boas intenções ?!abraço
    Angela

    ResponderExcluir
  28. É a noite que a saudade fala mais alto e as lembranças vem...
    Belo poema... como vc tao bem sabe fazer...

    Beijos, Toninho...

    ResponderExcluir
  29. Olá amigo Toninho lindos os seus versos, saudade é um sentimento que sinto faz tempo e é muito doloroso quando se quer conversar e temos a consciência que nunca vamos ouvir mais aquela voz ou ter aquela presença, beijinhos e um terno abraço

    ResponderExcluir
  30. Que poema meu amigo! Nossa é repleto de sentimentos fortes, a gente se sente nele, a noite quando tudo se aquieta impossível não sentir a solidão que alguém deixou, a saudade infinta, obrigada meu amigo minha alma viajou com teu belo escrito. bjos

    ResponderExcluir
  31. Também ando a temer a flecha do Cupido, rs. Versos profundos, amigo Poeta! Ando saudosa de também escrever sonetos. Abraço!

    ResponderExcluir
  32. Boa tarde!
    Aprendi que borboletas só voltam a um jardim se encontrarem flores doces e perfumadas.
    Fico feliz sempre em vir aqui e mais uma vez trazer o convite do Poetizando e encantando que mais uma vez postarei com todo carinho.
    Sua participação sempre maravilhosa é importantíssima para o sucesso dessa BC. A Poesia mostra que ainda existe tanta gente por ai que sabe sentir...que sabe amar... que apesar dos problemas que vivemos ainda podemos amenizá-los enfeitando a vida e sonhando mais alto com um mundo melhor.
    Abraços, com desejos de um fim de semana feliz e abençoado.

    ResponderExcluir
  33. Estimado Amigo.
    Presumo que tudo foi dito.
    O soneto está perfeito, de beleza rara e canta um sentimento, muito nosso, apenas expresso em Língua Portuguesa - saudade...
    Transversal a todo o poema, encontramos qualidade e classe.
    Lembrei uma estrofe de Miguel Torga...

    «Por isso a vós, Poetas, eu levanto
    A taça fraternal deste meu canto,
    E bebo em vossa honra o doce vinho
    Da amizade e da paz.
    Vinho que não é meu,
    Mas sim do mosto que a beleza traz.»

    Então, encho duas taças de vinho doce e ao alto as levantemos!
    O belo soneto e a poesia merecem um brinde.
    Abraço carinhoso, querido amigo.
    Inspiração e felicidade, sempre!
    Beijo
    ~~~

    ResponderExcluir
  34. Oi poeta de Minas! Como sempre , esmero, delicado, e com grande qualidade poética. Gostei imenso. Grande abraço.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.