Páginas

sábado, 19 de maio de 2018

Noite silenciosa.




Mora em mim toda uma saudade,
na efervescência dos pensamentos,
a noite se alonga nestes tormentos,
há uma solidão na noite da cidade.


No peito a lavareda descontrolada,
sorrateira sufoca, quanto me mata,
reinvento olhar o que me maltrata,
vêm lembranças pousar na sacada.

Dolorosa esta saudade proeminente,
como um véu sobre toda esperança,
escurece minhas noites lentamente.

Cerro meus olhos com desconfiança,
para um anjo que surge sorridente,
veste-se de cupido, temo sua lança.   

Toninho
18/05/2018

Minha participação na BC_poetizando e encantando da professora Lourdes confira e participe todo final de semana aqui: filosofandonavidaproflourdes


Um bom fim de semana
com paz e alegria.


domingo, 13 de maio de 2018

Naquela barriga.




Mora no ventre uma nova esperança,
na mãe que acolhe com amor à vida.
Naquele mundo cria-se nova aliança,
um laço que o enlaçará como guarida.

Mas pode um ventre gerar incertezas,
que vem como tortura dura realidade,
a das crianças do bolsão da pobreza,
subnutridas tristes vivem da caridade.  

Quisera ter dela esta poção de magia,
a desfazer lagrimas em sorrisos leves.
Vem dela a mania de crer numa guia,
que levo no peito um anjo me protege.

Queria dela uma estranha força de fé,
com a famosa garra de todos os dias,
que lhe faz heroína, se manter de pé,
como quem versa tristeza com poesia.

Toninho
13/05/2018 

Minha participação no projeto Poetizar e encantar a convite da querida professora  Lourdes Lourdes, conheça e participe todos os finais de semana aqui: filosofandonavidaproflourdes.

*************
Com emoção minha poesia do ano de 2015 homenagem à minha mãe, lá em Portugal confira aqui avivenciaravida com meu muito obrigado à querida Majo.

************************
Meu carinho à todas 
as mães da blogosfera 
 e às mães de sua vida
Uma rosa para você mãe.

Grato.