Páginas

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

A unção dos fortes.

Vamos hoje ao bem-sucedido projeto da Lourdes em sua edição 99, depois de uma leve pausa. Assim vamos escolher uma imagem como inspiração e assim conhecer os participantes e incentiva-los aqui  filosofandonavidaproflourdes.

Minha escolha de imagem e inspiração abaixo. A ilustração musical não poderia ser outra do que este hino na voz do maior representante musical do gênero.


A unção dos fortes.


A casinha esquecida no meio do sertão,
simboliza resistência de todo sertanejo,
que sonha todos os dias ouvir o trovão,
mas nada de chuva cair neste lugarejo.

Da janela um olhar vivo de esperança,
perde-se pela imensidão do céu celeste.
No canto dos olhos vaza desesperança.
é assim em cada cantinho do nordeste.

A sombra de um resistente umbuzeiro,
ali de pé guardião do fundo da tapera,
abrigo do fiel caçador cão perdigueiro,
prontidão para a caça no pé da serra.

A noite cai sobre aquele tórrido chão,
o sertanejo se põe em oração no terço,
liberto do hórrido, sente-se em unção,
cochila na tarimba, sente-se no berço.

Toninho
04/10/2019

Grato pela visita
Bom fim de semana.

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Na palma da mão.




Na palma da mão.



Tenho um M no centro da mão,
que cabe todas dores do mundo.
Onde não cabe dores da solidão.
Suaviza um perfume profundo.


Estendo a mão a todos amigos,
uma energia vem com resposta,
sinto o afago recrio os abrigos,
onde adormeço com mão-posta.

Tenho um M de mãe na palma,
que me afaga nas adversidades,
diante dores que ferem a alma.
Mãe recria horas de felicidades.

Vê o M na minha mão aberta,
vem a leitura da Quiromancia,
não quero ver da linha incerta,
basta-me o colo de uma poesia.



Toninho
30/09/2019 


Uma semana feliz amigos.
Hoje tivemos o aniversário
da querida amiga Majo de Portugal.
A ela nosso carinho