Páginas

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Na palma da mão.




Na palma da mão.



Tenho um M no centro da mão,
que cabe todas dores do mundo.
Onde não cabe dores da solidão.
Suaviza um perfume profundo.


Estendo a mão a todos amigos,
uma energia vem com resposta,
sinto o afago recrio os abrigos,
onde adormeço com mão-posta.

Tenho um M de mãe na palma,
que me afaga nas adversidades,
diante dores que ferem a alma.
Mãe recria horas de felicidades.

Vê o M na minha mão aberta,
vem a leitura da Quiromancia,
não quero ver da linha incerta,
basta-me o colo de uma poesia.



Toninho
30/09/2019 


Uma semana feliz amigos.
Hoje tivemos o aniversário
da querida amiga Majo de Portugal.
A ela nosso carinho 


20 comentários:

  1. Boa noite de paz, querido amigo Toninho!
    Tenho um M também. Disseram-me que e de Maria Santíssima.
    Eu creio nisso.
    Proteção divina para nos todos.
    Ela me afaga nas adversidades sempre.
    Gosto muito do simbolismo deste M.
    Deus abencoe a Majo com saude. Fiz um comentário no Corujinhas e nao o vi ainda publicado. Deve estar em festa famíliar.
    Você e tao amigo de todos. Deus o abencoe muito.
    Tenha dias abencoados e felizes junto aos seus entes queridos.
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Toninho,
    Os "emes" das nossas mãos espalmadas, são "emes" de: MUNDO... MARAVILHA... MELHOR... MÃE... MULHER... MANSIDÃO... E tantos outros "emes"... Uns de "MELO" e outros de "MINEIRO".
    Um forte abraço meu amigo poeta!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Toninho!
    Um poema que canta as dores todas de uma vida, os sofrimentos são sentidos na palma da mão, que não quer guardá-los, mas mesmo aberta à mão ali está o M da mão, repositório de dores e de mágoas. Um belo poema poeta.
    Uma semana de alegria e paz, amigo Toninho.
    Grande abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir
  4. A mí me habían dicho que esa M que tenemos en la palma de la mano, es el símbolo de la muerte, que vida y muerte van unidas.
    Pero yo prefiero tu versión poética, la M representa a la madre que siempre está a nuestro lado protegiéndonos de todas las adversidades. ¡Precioso tu poema!
    Y siento que estés tan lejos, yo haría una mermelada para ti para que probases la de mis albaricoques.
    Cariños y buen comienzo de octubre.
    kasioles

    ResponderExcluir
  5. Que lindo,Toninho! Beleza de inspiração e temos esse M em nossas mãos ,uns mais marcantes, outros menos visíveis... Gosto sempre de ver esse M... Lindo te ler! abração e novamente parabéns à Majo! chica

    ResponderExcluir
  6. Poetizou com grande beleza! Um M na palma da mão que nos faz “voar” na imaginação e emoções...
    Boa terça-feira, bom Outubro... Abraço

    ResponderExcluir
  7. Um outubro abençoado pra você!!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Toninho,
    Um poema belíssimo abrilhantado pela linda música de Caetano Veloso.
    A palma da mão, numa lindíssima inspiração, que carrega tantas emoções, tantos viveres, tantos sentimentos.
    Um beijinho e renovo também meus Parabéns para Majo.
    Ailime

    ResponderExcluir
  9. Linda poesia, Toninho!
    Se já é tão difícil lidar com o presente, será que é seguro saber o futuro? Eu uso o tarô, não para adivinhar o futuro, mas para saber das energias que me cercam.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Belo poema que acaricia juntamente com o fundo musical as sensibilidades do poeta.bjs

    ResponderExcluir
  11. Um lindo poema, um M de mãe, de amor, de momentos guardados na memória, memória afetiva e dulçor. Lindo

    ResponderExcluir
  12. Toninho, a primeira coisa foi olhar o M de minha mão! Nunca havia reparado nisso, meu amigo! Não sei a razão. Porém com essa minha falha, adorei esse seu poema, tão verdadeiro sobre as dores do mundo, que são as nossas. Quando se fala ou lemos sobre dor e sofrimento, a emoção salta!
    Gostei imensamente dessa verdade poética que li. A poesia tem o dom de suavizar, mas a gente vê...
    Beijo, uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  13. ~~~
    MEU QUERIDO AMIGO.

    Parabéns pela linda poesia que lhe inspirou o M de sua mão, o M de sua saudosa Mãe e de meu nome.

    GRATA POR ME ASSOCIAR À QUERIDA MEMÓRIA DE SUA MÃE.

    Ficou um lindo poema de amor e lembrança, que aliado à canção de Caetano proporcionaram uma postagem notável e comovente.

    ABRAÇO CARINHOSO DE GRANDE E SÃ AMIZADE.

    Levei o seu mimo para a minha página Web.
    Tudo do melhor para nós, para nossos familiares e amigos e para a humanidade.

    BEIJOS, AMIGO DE SEMPRE E PARA SEMPRE.
    ~~~

    ResponderExcluir
  14. Olá Toninho ! Lindo poema . O M da plma da mão é nos realmente especial e fala de carinho de mão de mãe que afaga e acalma .
    " O M que tenho gravado na palma de minha mão ,
    É o M de Mãe guardado no fundo do coração"

    Uns versnhos simples que ouvi nem sei onde !
    Mas que traz recorações mil .
    Olha < Toninho < estou voltando hj depois de algumas semanas ausentes . É que por razões justificáveis fiquei sem computador . Mas agora , tudo certo . Espero sua visita no http://kantinhodaedite.blogspot.com Tem texto novo lá . Boa noite .

    ResponderExcluir
  15. U'a mão estendida atrai
    outra que atrai a outra,
    até que o abraço se faça.
    Gostei muito, Toninho.

    ResponderExcluir



Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.