segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Ver-te verde.

 

Botando a cabeça para funcionar é uma BC da Chica de todos os dias 5, 15 e 25 para uma imagem oferecida com liberdade de inspiração. Aqui chicabrincadepoesia pode ver outros participante e também participar. Hoje uma janela verde numa cidade de cimento.

Ver-te verde.

 

Um mundo verde cheiro de mato,

com o perfume de fruta madura.

Olhar pela janela ver um retrato

da minha casa misto de candura.

 

Viver aqui entre o aço e cimento,

as arvores frondosas são o alivio.

Até a sabiá no canto de lamento,

chora de saudade neste convívio.  

 

Do mundo verde só lembranças,

quando olho pela janela lateral,

as velhas Tipuanas são alianças, ¹

com meu passado lá no matagal.

 

Assusta-me um som motosserra,

da vil fome da construção civil.

O vazio no olhar já me desterra,

das viagens ao mundo infantil.

 

Toninho

15/08/2022 

 

Notas

1-      Tipuana árvore leguminosa-papilionácea, ornamental, muito usada em Porto Alegre.


Hoje temos uma especial amiga aniversariando 

Carminha (Calu) do  blog Fractais da Calu




23 comentários:

  1. Querido amigo, "minha casa misto de candura", só você poderia criar um verso com tamanha candura, pois nossa casa foi, é, e sempre será isso. Tudo nela nos toca o coração. O que me tocou foi foi um sonho que quase foi realizado. Grande abraço meu!

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo Toninho, bom final de noite!
    Uma poesia bucólica contrastando com a vida na cidade de pedra.
    O motosserra é o demônio da natureza.
    A saudade se faz ternura no 💙 do poeta.
    Parabéns à amiga Carminha com carinho!
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos com carinho fraterno
    😘🕊️💙🙏

    ResponderExcluir
  3. Que candura de poema! Ameiii! 😍😍
    Toda felicidade do mundo pra Calu! Parabéns! Lindo carinho pra nossa amiga. ❤️❤️

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso poema e participação DEZ! Infelizmente as motoserras funcionam e causam estragos em nome do progresso ou apenas pela ruindade de certos humanos(?).
    Ficou linda! Obrigadão! abração, tudo de bom e deixo novamente um beijo à Calu pelo niver! chica

    ResponderExcluir
  5. bom dia Toninho
    um trabalho poético que enaltece a natureza, escrito de maneira terna e cheia de criatividade.
    gostei bastante.
    tenha uma boa semana com muita saúde.
    beijinhos
    :)

    ResponderExcluir
  6. Toninho, muito bonito o seu poema. Que o nosso coração esteja sempre verde, com uma fé e sonhos corajosos.
    Meus parabéns à aniversariante Calu.
    Abçs

    ResponderExcluir
  7. Passando para desejar uma boa semana!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  8. Que lindo poema querido Toninho, infelizmente nas cidades quase não vemos mais o verde das árvores.
    Parabéns a amiga Calu.
    Grande beijo e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  9. Um lindo por.a pra refletir sobre o desmatamento causado pelo homem. Do sonho bucólico o som da motosserra faz com que se volte a realidade hostil e destruidora. Abraços.





    ResponderExcluir
  10. Vale a pena reflectir sobre este problema!bj

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde Toninho. Desejo uma ótima tarde de quarta-feira. Participação linda e maravilhosa. Como se eu sentisse o cheiro do verde. O problema que a queima das áreas verdes tem crescido.

    ResponderExcluir
  12. Maravilhoso, amigo Toninho!!
    Sim, essas árvores choram com o teu último verso!
    Quantas vezes presenciei essas cenas! Quando criança, morávamos em uma rua muito arborizada, no bairro Petrópolis (a Chica conhece) em que as calçadas todas eram o berço dessas belas árvores!
    Aplausos pela tua criatividade, pela beleza de teus versos! E sem dúvida pela tua sensibilidade.
    Boa semana, querido amigo.
    Beijo.
    (Deixo um abraço para a Calu)

    ResponderExcluir
  13. Esqueci!!!
    O vídeo é maravilhoso, que cantora!!
    Há tempos que não escutava essa belíssima música.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá, amigo Toninho,
    para cada tema nasce um poema, pois não
    há quem resista a lira do poeta Toninho, dileto amigo, mais um talento de Minas Gerais.
    Bravo, poeta!
    Uma boa quinta-feira,
    forte abraço.

    ResponderExcluir
  15. Evidente seu amor pela natureza, o cansaço oferecido pelos prédios onde ela não habita, a saudade de uma infância que lhe permitia abraçar o verde. Mais uma rica participação, poetamigo, emoldurada por um vídeo encantador. Abraço.

    ResponderExcluir
  16. Sensibilidade e muito amor pela natureza, num fresco, perfumado poema.
    Toninho, gostei do que li e do que ouvi. Linda a sua participação.
    Beijo, uma dia luminoso.

    ResponderExcluir
  17. Toda a importância do verde... para nós mesmos... e para o mundo... brilhantemente expressa neste belo momento poético, com encanto e candura!
    Este ano, o Verão europeu, roça a tragédia, em termos de áreas ardidas!
    Mais uma admirável participação, Toninho!
    Um beijinho! Continuação de uma boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  18. Oi, Toninho!
    A motosserra traz a realidade. Precisamos reciclar a mente do ser humano e a sua poesia faz o que o bicho homem deveria fazer: Refletir!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  19. Querido amigo
    Me encantei com seu belíssimo poema.
    Parabéns pelo poema e parabéns à querida Calu pelo aniversário.
    Beijos
    Verena.

    ResponderExcluir
  20. Oh, grata surpresa, amigo Toninho. Nem sonhava que havia por aqui tão linda e gentil felicitação pelo meu aniversário.
    Muitíssimo obrigada de coração, por todo apreço sempre presente em tuas gentis palavras. Estou ficando mal acostumada...rsrs
    Em teu verde poetar as árvores frondosas testemunham nosso contentamento em tê-las como vizinhas. São, de fato, alívio pra o viver.
    Um abraço agradecido,
    Carminha

    ResponderExcluir
  21. Agradeço de coração a todos os amigos(as) que aqui deixaram felicitações pela passagem do meu aniversário.
    Bem hajam!
    Obrigaaaaaada, gente linda!
    Bjssss,
    Carmen

    ResponderExcluir



Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.