Páginas

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Dura espera.



















Imagem Google.






Na espera o frio impera.

Quem ama suga do tempo até a última gota.
Faz da espera, derradeiro ninho de encanto,
como do leite da mãe a criança suga afoita,
a saciar a fome como alimento sacrossanto.
Assim como quem ama vive a gota da espera.

Bem como um beduíno sedento, oásis enxerga,
na ilusão, que refrigera sua árida caminhada,
em plena trilha inóspita desértica ele suplica,
pelo fim do martírio de tão longa jornada.

Quem não sabe esperar não vive este amor.
Eximiu-se de suportar, viver toda emoção
Pois esperanças beduínas criam o sonhador,
que supera as adversidades como sua missão.

E são longas estas noites da espera infinita,
que o corpo já mareado enfrenta a mente,
que ainda ali em ultimo suspiro dormita,
nossos silenciosos desejos alucinadamente.

Quisera esta agonia fosse apenas um lampejo,
já que na espera às vezes adormece lentamente,
na sonolência que deixa no corpo aquele latejo,
quando vê a madrugada que cai tão suavemente.


Toninho.
30/10/2011 

John Fitzgerald Kennedy

Nós não deveríamos deixar que nossos medos nos impedissem de ter nossas esperanças.

25 comentários:

  1. Lindíssimo poema com versos intensos, tri bem inspirados. Toninho, arrasando sempre!!!

    abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Toninho, como diz a Chica, sempre versos inspiradíssimos, beijos e lindo dia!

    ResponderExcluir
  3. Belíssimooooo!!! ...Adorei!!! Ahhhh!! Como esperar é difícil!!! Um lindo dia amigo e que essa inspiração te acompanhe sempre!!! Abçs!!!!

    ResponderExcluir
  4. A tua emoção é derramada na inspiração de lindos versos. Parabéns, poeta! Abração.

    ResponderExcluir
  5. Esperar... não é fácil...

    Um lindo dia para vc amigo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Toninho!

    Que bom voltar aqui! Já estava com saudade deste espaço.
    Pois é amigo, a espera, a ilusão, a agonia, a paciência, são características daquele que ama. E com certeza, o encontro, quando acontece, é mais compensador, por causa da importância dada, e das marcas deixadas, pela caminhada desértica.

    Um grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  7. Oi Toninho!
    Que versos lindos, profundos e verdadeiros!
    O verdadeiro sentir com o coração. Você é um mestre das palavras.
    Abraço e boa tarde!

    ResponderExcluir
  8. Olá

    A espera nos coloca diante da ansiedade e, paradoxalmente, acalenta o sentimento de amor.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi amigo Toninho, versos lindos como sempre, estavas bem inspirado, parabens poeta,Um abraço, Celina

    ResponderExcluir
  10. Meu lindo amigo às vezes somos tão ansiosos que não conseguimos esperar e por isso que quebramos a cara. esse seu post é uma reflexão, beijos meu

    ResponderExcluir
  11. Querido amigo Toninho,

    Ouvir Paulinho Pedra Azul e ler teu poema...tornam qualquer espera mais doce.

    Bjsssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  12. Olá Toninho.mas
    Esse poema está muito intenso.
    Me desculpa especialemnte hoje, me vi dentro dele.

    Beijinho amigo

    ResponderExcluir
  13. Toninho já ouviu aquela música do Seu Jorge?? "...e demorou vai ser melhor..."Mas concordo mais contigo e com tua bela poesia amigo.
    Beijos e boa noite!!

    ResponderExcluir
  14. oiiiiiiiii,tava cum saudade doce,uai!Oh Toninho to triste,minha amiga do Blog heidegeist se foi e sabado e o enterro.So Jesus...
    Seu poema fala muit comigo oje.Bju.lu.

    ResponderExcluir
  15. Oi Toninho, bom dia!

    A espera é nobre e sabe "esperar".

    Xeros

    ResponderExcluir
  16. Meu caro Toninho,
    venho aqui para lhe agradecer pelos bons pensamentos e energias que você me enviou enquanto eu estava hospitalizado, através da Tânia Meneses. Saiba que esses foram muito úteis, com certeza. A operação correu praticamente sem problemas, e eu estou em plena convalescença, recuperando-me bem.
    Todavia, esta me afastará, por tempo indeterminado, do convívio das belas letras, seja aqui no Recanto, seja no meu blog. Por isso, estarei ausente também de leituras e de comentários, peço-lhe que me desculpe por isso.

    Gostaria, finalmente, de dizer-lhe que este seu tão belo gesto de amizade sensibilizou-me bastante, e que ele ficará para sempre bem guardado no melhor do meu coração. Muita saúde, paz e inspirações infinitas.

    Um grande abraço do amigo,

    André

    ResponderExcluir
  17. Toninho,
    Quem ama sabe esperar, por mais amarga que seja a espera ou por mais longas e frias sejam as noites.
    O verdadeiro amor é paciente. O reencontro é compensador.
    Lindíssimo o seu poema!
    Grande abraço.

    PS:
    Entrei, não obstante o alerta de perigo de vírus. Encontrei o alerta em mais três blogs.
    Segundo o google, o blog que contém o tal malware já foi avisado.
    Meu navegador é o google chromos.

    Aproveitando o ensejo, agradeço-lhe novamente
    pela sua presença lá no blog do Daniel.Obrigada!

    ResponderExcluir
  18. Toninho

    Que linda espera. Amor que suplica pelo fim do martírio. Grande inspiração como sempre.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  19. Belo alvorecer meu querido amigo!
    Eu sempre gosto de vim aqui pq já sei que é para beber carinho de fonte natural.Vc se inspira no amor e eu me inspiro nas suas escritas,kkkkkk
    Vc é genial sempre...
    obg querido pelo comentário que vc deixou no blog do nosso amigo daniel.valeu!vc me deixou radiosa,e eu fico pensando que sou tudo aquilo,kkkkkkkkkkk.Sou uma boba mesmo.né!
    Bjs para aquecer teus dias querido!

    ResponderExcluir
  20. A espera (e tão somente por amor) pode gerar sensação de eternidade. E a eternidade será um momento apenas. Que belo poema, amigo! Abraço grande. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  21. Toninho
    Incrivelmente fantastico seu lindo poema. Nooooooossa Mae de Deus, flutuei enquanto lia. Maravilhosa tb a frase de JFK!! (Desculpe-me pelo teclado sem acento). Bjkas com super carinho!

    ResponderExcluir
  22. Versos lindos e colocações verdadeiras. A espera sempre nos parece mais longa do que é, porque nossa ansiedade faz parar o relógio.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  23. "Esperar é sempre possível para aqueles que sonham e tem esperança e reencontrar é para aqueles que jamais perdem a esperança." Escrevi isto outro dia e acho que cai muito bem com esse esplendor de poema. Fico encantada com a magia que voces poetas colocam nas palavras...de onde vem, será?...lindo demais...

    Beijos com carinho
    ps. O blog está dez! não aparece mais o aviso.

    ResponderExcluir
  24. Toninho amigo tudo bem/ obrigada ela sua visita tão simpática no meu blog...pode deixar que amanha vou para Minas e vou comer torta de frango..rs..
    Que linda poesia..eu quando amo..amo assim até a ultima gota..
    abraço bom feriado..
    titi

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.