Páginas

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Ecoa pela mata.



Ecoa na mata.

Vem do imitar perfeito de um Gaturamo,

Afinado dueto com uma vaidosa Seriema.

Tão lindo cantar que ao caçador congela.

Então abaixa sua arma consternadamente,

com olhos rasos d’água silencia e aprecia.


Linda magia do amanhecer da passarada,

No soar da patativa como cordas de violão.

Cantam pela vida diante infalível caçada,

que enternecido viajo por esta inspiração.


Ouço a linda canção que ecoa na floresta,

que se faz toda radiante em plena euforia,

onde pássaros reunidos em fina orquestra, 

sob a regência afinada do canto do sabiá.


Quisera eterna esta manhã musicada,

para todo amanhecer ser de encanto,

sentir calma de minh’alma na alvorada.

Onde cada instante seja de um acalanto.


Canta a Saracura no repique duo Seriema.

Lindo coral com canários, curiós na festa,

Como os peixes na mais ousada piracema,

vejo o milagre da preservação da floresta.


Toninho.
10/11/2011.

Inspirado no blog: Aves do Brasil.

Observação:
A todos um bom fim de semana com paz.
Algumas pessoas (usuarios do Google Chrome) estão com dificuldades de acessar o blog e ou medo de um alerta. O link foi removido do blog que aparece no alerta para eles.
Em alguns blogs o anti virus (ou o navegador) bloqueia algumas janelas quando acesso, mas consigo acesso e comentarios.É preciso saber que um sistema rigoroso bloqueia muitas coisas (malware) com se virus fossem.Mas todo cuidado é pouco.
Sigo religiosamente/mineiramente as regras de segurança na internet.

Uso anti virus  licenciado ESET Smart Security versão 5.09.4.0 atualizado.

41 comentários:

  1. Preservar esta maravilha, ah! se assim fosse: "Tão lindo cantar que ao caçador congela.

    Então abaixa sua arma consternadamente,

    com olhos rasos d’água silencia e aprecia."
    Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  2. Deu pra ouvir tudo isso de tão lindo que escreveste ,retratando o cenário! abração,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Olá,Toninho!!!

    Ah!!Os sons dos pássaros, da natureza...ah!!Enchem a alma de alegria!!!!Belíssimos versos meu amigo!!! Não consigo entender os caçadores...pra que matar um animal, se é bem melhor só contemplar...
    **Está dando aviso de malware, aconteceu o mesmo comigo, no jardim da outra vez, a recomendação é tirar os links(dos amigos) e só coloca-los depois de resolvido o problema, é chato né?!!Mas logo tudo se resolve.
    Beijos meu amigo!!Bom final de semana!!!
    Tudo de bom!!

    ResponderExcluir
  4. Ah!!Dá este aviso não porque o seu blog esteja contaminado,mas porque pode ter o link do blog que está com problemas...por isso que se recomenda que tire todos os links.Espero ter te ajudado!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Meu querido que belo poema, amo ouvir todos estes sons da narureza que você nos trouxe a lembrança em seus versos e nos sons que colocastes...
    Meu amigo, estou agora mesmo te enviando um e-email(está indo como resposta do comentário que voce deixou no meu post atual), para tentar ajuda-lo a resolver o probleminha que está tendo com o alerta.
    Tenha um feliz final de semana...beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  6. Oba!!! entrei!!
    "Sigo religiosamente/mineiramente as regras de segurança na internet." Hahaha!!! voce é engraçado! pra falar a verdade, Toninho, eu não entendo nada de internet, só de blog (risos). Então, quando deu aquela onda do malewere, a única coisa que fiz foi não entrar no blog. Entrava no comentário, antes de aparecer o recado,e deixava a mensagem pra pessoa. Aqui no seu nem dava tempo de entrar no comentário.
    Mas que bom que voce já resolveu! eba!!!

    Seu lindo poema me fez fazer um viagem de volta à minha terra natal, o maravilhoso pantanal. Fui lá ver "a seriema de Mato Grosso". Lindo poema enaltecendo as nossas majestosas florestas e nossa linda fauna.
    Um beijo com carinho e já estava com saudades!

    ResponderExcluir
  7. Preciso poema amigo.
    Muito lindo teu modo de poesia.

    Beijinho e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, amigo Toninho!
    Mas que beleza este seu hino de ode à natureza, às nossas florestas e pássaros!
    Fiquei aqui ouvindo um tempão esta linda música que acompanha seus versos.
    Delícia tudo por aqui sempre!
    Voltei! Andei bordejando pela Espanha com o maridex, mas já estava com saudades dos amigos desta blogosfera querida.
    um grande final de semana e abraço carioca

    ResponderExcluir
  9. Olá Toninho,

    Todo o seu poema é cadência certa, ritmo subtil e doçura Primaveril.
    Que bom o som dos pássaros, embelezando a já tão bela natureza.
    A saibamos preservar, para continuarmos nossos passeios.

    BOM FIM DE SEMANA.

    Beijos carinhosos de luz.

    ResponderExcluir
  10. Oi querido Toninho,

    Seu blog está seguro, impecável e com anti vírus bem à prova.
    Meu comentário "saltou" de imediato.
    Venham confiantes!

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  11. Toninho querido,
    Primeiramente, agradeço, encantada, seu comentário em meu blog. Amei! Gosto muito quando você me visita.
    Seu poema me traz saudades de meu tempo de menina.
    Gostava de ficar ouvindo o cantar dos pássaros.
    Aves sempre foram, para mim, símbolo de aventura e sonhos (sonhava muito, qdo criança, que voava junto aos pássaros).
    Linda sua postagem.
    Que tenhas um final de semana com muita paz e luz. Um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  12. Uma linda alvorada da passarada Toninho!!!
    Beijos mineiros!!
    :D

    ResponderExcluir
  13. Me lembrei de Tetê Espindola com esta sua bela canção de sons das nossas (ainda) matas. Abração, amigo. paz e bem.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia,Toninho!!!

    Deu certo meu amigo!!Não tem mais o tal aviso!!
    Beijos!!
    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  15. Oi Toninho, ouvi os sons da natureza junto contigo, que coisa boa, iluminou meu coração.
    Que seu fim de semana seja abençoado, beijos

    ResponderExcluir
  16. Um belo cenário de vida que nos traz a paz em harmonia de sons...abraços de bom final de semana.

    ResponderExcluir
  17. A mãe natureza é sábia e encantadora como uma magia, beijos encantados

    ResponderExcluir
  18. Oi, amigo também estou encontrando dificuldades para entrar em alguns blogs, deixo aqui registrado.
    Quanto ao seu poema, adorei, e , veio a calhar mesmo.
    Ontem jantando com o meu marido, numa cantina, entrou um grupo de americanos, muito bem conduzido por um jovem, também americano do Texas, que fala português fluentemente e estão aqui no Brasil, imagina porquê? Para ouvir e descobrir nossos pássaros maravilhosos.
    enquanto nós nem ao menos paramos para observar a magia desses cantares,e ele nos perguntou se o fazemos?
    Ouçam, brasileiros, a linda canção que ecoa da s nossas florestas!
    Beijos, amado, pela sua belíssima inspiração.de longe, já aprendi a amá-lo.

    ResponderExcluir
  19. Olá Toninho,
    Como é repousante ouvir estes sons! Transportei-me para o cenário de seu maravilhoso poema.

    Que bom que resolveu o problema que impedia o acesso aqui.

    Um belo final de semana para você, amigo mineiro.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  20. Salve Toninho, os sons dado pelo dom de Deus são perfeitos! Mas ainda mais perfeito é quem consegue anelar tão bem toda essa atmosfera e transformá;-la em poesia... Pois é! Tu tens como ninguém esse dom! Abraços e ótimo fim de semana...

    ResponderExcluir
  21. Toninho,que lindo esse seu cantar numa poesia tão maravilhosa!Divina inspiração!bjs e bom feriado!

    ResponderExcluir
  22. Meu amigo.
    Quão lindo é essa orquestra regida pela mãe natureza tendo o poeta decifrando e compondo com maestria todo esse canto.
    Como é bom termos em nosso país aves tão lindas que junto com a fauna e a flora dão um toque à paradisíaca natureza.
    Um fraterno abraço.

    ResponderExcluir
  23. Toninho,
    ouvi contigo essa maviosa orquestra que jamais deveria ser ameaçada pela sanha inconsequente de brutos seres que não possuem alma.
    Canto renovadamente a 5ª estrofe tão melodiosa fazendo eco a teus versos, doces acalantos da natureza em festa.
    Maravilhosa orquestra cantou o poeta.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  24. ♡°
    º✿
    º° ♥✿
    Como eu queria morar no campo e acordar com essa sinfonia!...
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Minas
    ♥♡

    ResponderExcluir
  25. Oi amigo Toninho!Boa tarde!!!
    Estou aqui a me lembrar de meu sogro,que tinha um disco(LP)só de cantos de pássaros...era lindo.E seu poema me fez viajar no tempo e no espaço,prá quando eu morava na fazenda e via as seriemas no pasto,ouvia os duetos dos sabiás e a vida transcorria lentamente.....................
    Bjssss carinhosos,
    Leninha

    ResponderExcluir
  26. No meu blog tbem abre uma janela dizendo que está com malware, mas o blogger ja comunicou que é um virus falso.
    Portanto pode prosseguir normalmente.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  27. Fico aqui a ouvir esta música, a ler teu belíssimo poema, e me sinto tão bem, envolve-me uma paz, que me faz não querer ir embora...

    Carinhos...
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Toninho
    Que lindo.Me senti dentro da mata ouvindo o canto da Seriema cadenciado com os outros pássaros e o Gaturamo imitando todos. O interessante é que neste
    momento estou ouvindo também alguns periquitos que
    estão no telhado do vizinho .Hà dias eles tem
    aparecido por aqui e consegui tirar fotos de dois deles.

    Que sempre ouçamos os cantos desses pássaros que com sua maestria mostra tão bem nesse lindo poema.

    Um bom domingo
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  29. Afinadíssimo coral regido pelo maestro Toninho só poderia resultar num espetáculo lindo!
    Fico lisonjeada que meu blog tenha te inspirado.
    Grata pelo carinho.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. Uma bela semana pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderExcluir
  31. Não existe coisa mais bela que os passaros saudarem o amanhecer!Muitos sem sentimentos querem destruir a causa de onde vem esta melodia, seja do menorzinho até a sirienma,que é uma ave linda,seu canto também.Ainda bem que existe leis que proibem calar tanta beleza.
    Abraço Celina

    ResponderExcluir
  32. Lindo a natureza,e dela necessitamos tanto,quando o mundo vai acordar para isso como prioridade!!
    bjos!

    ResponderExcluir
  33. Amigo eu exclui o link quem te ama. alás nem sei como aquilo foi parar lá.
    será que poderia me fazer o favor de voltar lá pra ver se deu certo?
    Obrigada pelo alerta.
    Bjos

    ResponderExcluir
  34. Meu querido amigo

    Como sempre os seus poemas são acordes melodiosos. como o canto da natureza.
    Adorei e deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  35. Toninho que lindo esse poetar.Consegui sentir o som dessa passarada. A natureza é divina. Beijos e ótima semana amigo.

    ResponderExcluir
  36. Belos foram os tempos de criança, em que viajávamos pela floresta, sentíamos a alma dos pássaros, principalmente nas belas horas da alvorada. A canção dos ares cantava de norte a sul, na grande floresta da paz. Havia vida. O violão cantava. Era a magia da natureza!...

    ResponderExcluir
  37. Meu querido amigo, será que desta vez eu consigo fazer novamente o meu comentário, pois não sei o que se tem passado e logo no seu onde eu tenho sempre tanta coisa para dizer.
    Há tempos que ando um pouco frustrada com isto depois de dizer tanta coisa quando vou terminar diz-me que aconteceu um erro e fico sem poder fazer mais nada, adorei como sempre este poema pois desde tenra idade que sempre vivi no campo e fui sempre ligada à passarada mas hoje com grande desgosto meu porque os apanhava para os comer, hoje sinto um grande remorso e talvez que eu nunca me perdoe por tal coisa.
    Agora apenas me encanta seu lindo cantar e a beleza das suas penas e linda sabedoria, são eles que nos dão tão grande lição de vida tudo pode acontecer em suas vidas todas as destruições que eles sempre começarão do nada, isto para o ser humano é bem mais difícil.
    Adorei tudo por aqui pois tenho por si uma enorme estima e consideração, um grande-bem-haja com beijinhos de luz e muita paz...

    ResponderExcluir
  38. Este texto,trouxe para mim o cheirinho das matas,o som do trinitar dos pássaros,trouxe para meus olhos,a beleza da tela pintada pela mão do Artista.Lindo poema a exaltar a Natureza e a mágia das matas.Sucesso.Toninho.Bjus\Flor*

    ResponderExcluir
  39. Toninho

    Fiquei encantada. A natureza é tão rica, mas nem sempre conseguimos traduzir essa beleza em versos. E você o fez com grandeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.