Páginas

terça-feira, 15 de maio de 2012

A família como base de toda uma vida.
















A família como base de toda uma vida.


Naturalmente somos germinados na célula família. Crescemos protegidos, cercados de cuidados, para que a semente tenha vida, raízes e ramifique. Inicia-se a herança do sentimento de preservação dos laços criados. Bem certo, que em alguns momentos derrapa-se numa curva e não estaremos sendo família. Quando isto acontece, percebe-se o sentimento família aflorar no engajamento de todos na solução, que é a manutenção deste laço afetivo, que faz sincronismo de intenções.      
       
Ser família é abrir-se para uma convivência suportável e compartilhada de espaço, sem se sentir os incômodos. É estar preparado para superar os desencantos, pois somente assim o espaço não se transforma numa imensa penitenciaria, onde cada um busca melhor brilho sem se importar em ofuscar os demais. Somente assim temos a família como perfeita referencia para formação de pessoas plenas de sociabilidade e amabilidade.

Numa analise fria e derrotista muitas vezes julgamos ser uma instituição falida, quando percebemos desencontros entre filhos e pais, inclusive culminando com crimes inconcebíveis, para nossa mente voltada a harmonia. É comum se abater pela apatia, quando sentimos, que o meio tem influencia na degradação de toda formação adquirida na família. 
 
Sabemos do verdadeiro bombardeio sobre esta instituição, vindo do processo de massificação, sempre provocado pelos meios de comunicação. Diante desta coisa vil reinante, urge que a família esteja blindada por diálogos, conversas francas e abertas continuamente, elaborando reflexões, dissecando conflitos internos, pois somente assim estará imune de todas as facilidades e maldades, que proliferam e desgarram as ovelhas. 

A família jamais poderá se eximir de ser uma concentração de diálogos entres membros num processo de cooperação constante ou do contrario se resume a um aglomerado de pessoas individualizadas sofrendo cada uma no seu canto suas dores e desilusões. Logo, cabe aqui o estimulo ao sentimento de religiosidade onde somos semelhantes e como tal devemos conviver e assim a família passa a ser uma bela realidade da COMUNHÃO.

Toninho.
14/05/2012



Este texto é fruto da ideia de Norma Emiliano de uma Roda de Interação sobre o Dia Internacional da Família, que se comemora neste dia 15 de Maio.

Recomendo uma visita  para que conheçam e leiam os textos participantes, conforme programação na pagina da Norma. 
Período de 13 a 18/05/2012.

30 comentários:

  1. Toninho,
    Você escreveu um super texto! Amei a forma que abordou o assunto família.
    Temos que interagir para que as coisas sempre estejam num ângulo bom para todos.
    Família é aperfeiçoamento, delicadeza, dialogo sempre, amor distribuído sem reserva.

    Beijão querido

    ResponderExcluir
  2. Não há nada que derrube esse "escudo" que envolve, feito uma membrana sólia, a célula familiar quando ela é calcada em valores de união, solidariedade, doação e amor, especialmente. O que nos fortalece depois que achamos que sucumbimos ou triunfamos em algo (e em qualquer momento da vida) é a herança familiar. Parabéns pela bela e lúcida abordagem meu caro amigo. Abraços. paz e bem.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom,Toninho. Falaste tudo: a dor de um é a de todos, a alegria de um, é a de todos numa família de verdade!!

    Linda contribuição nessa roda de amigos sobre esse tema! abração,chica

    ResponderExcluir
  4. Em sua fundamental incumbência a família em sua historicidade muda em sua configuraçãp, mas continua sendo o esteio dos valoress que podem dar âncoras firmes a sociedade. No entanto, a massificação tem direcionados os olhares para valores capitalistas que diluem o sentimento maior da amorosidade dos seres humanos.
    Profunda sua reflexão lançando sementes da fé na família.
    Grata por sua participação.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. O que é preciso para formar um lar equilibrado, primeiro o amor e o respeito, os filhos ciados num lar onde impera o amor e o respeito com certeza este lar vai ter tambem equilibrio, onde os pais como figura central vão ser amados,respeitados sem serem ditadores e sim democraticos, aí que o respeito impera´para que não vire uma anarquia, precisamos da união de todos com amor e muitos dálogos.E sejam felizes como fomos, com uma familia de seis filhos. Onde só o amor e o bom senso conta, sevindo de escola para a futura geraçaõ, os netos. um abraço de muito carinho Celina

    ResponderExcluir
  6. Oi Toninho,seu texto mostra a família na sua essência, coisa que poucos sabem reconhecer ou jamais conheceram.
    abraços

    ResponderExcluir
  7. Que post maravilhoso!! A família é um ser único, onde todos estão interligados...Nascemos em uma família, crescemos e criamos a nossa segunda família, com os amigos vivemos em família, e todos fazemos parte da grande família do Pai Maior!!

    Desejo que seu dia seja de muita paz e luz!!!
    Beijos!♥

    ResponderExcluir
  8. Lindo post amigo.

    Família é tudo em nossa vida.

    Parabéns a sua Família.

    Bom dia!

    beijooo.

    ResponderExcluir
  9. Onde existe gente, existe conflitos. Porém, é na família o maior lugar do amor (deveria ser, pelo menos). Assim sendo, fica, ainda, como o alicerce principal da sociedade. Se isso desmoronar, aí não tem jeito...

    bjs. Um bom dia!

    ResponderExcluir
  10. Belo e verdadeiro texto Toninho!!
    A família é a benção, o berço, a escola, a lei maior, o amor.... TUDO! Na família conhecemos DEUS!!
    Que Deus abençõe as famílias e as proteja da destruição tão financiada e tão bem armada nos dias de hoje....

    Beijos e bom dia!!

    ResponderExcluir
  11. Família, como você tão bem citou, é comunhão. Mas busquemos, como sinônimo de família, a palavra UNIÃO. É assim que vejo a família. Muito antes de comungar, ela precisa se unir.

    Pense os primórdios, lá onde sequer existia o fogo, a comunicação ou qualquer outra coisa que unisse um grupo. O que existia era o instinto de sobrevivência, e era justamente esse o elo de união.

    Com o tempo, esse instinto foi sendo afogado pelos modernismos. O engraçado é que invariavelmente, a cada ciclo, o mundo passa por adaptações, e muitos dos conceitos são testados e ajustados. O ser humano é assim, precisa sofrer na carne as mazelas da vida para admitir que tal atitude ou sistema é bom ou ruim.

    Acredito, para tanto, que estamos num momento de transição e adaptação, e que muito do que se deteriorou em relação ao núcleo familiar, é justamente uma prova ao ser humano.

    Família é UNIÃO, é COMUNGAR de um mesmo pote. E logo logo o ser humano se dará conta de que somente esta UNIÃO é que o levará a evoluir espiritualmente.

    Toninho, perdão novamente pelo comentário quilométrico. Texto propício e muito bom de se dialogar e discutir.

    Como sempre, um texto perfeito. Abraços.

    Marcio

    ResponderExcluir
  12. Por onde passo, fala-se de família. Esta instituição erguida por Deus e que tem poder de transformar uma sociedade. Muito bom o teu texto, Toninho. Ela, como reza o teu precioso texto, é a base de toda uma vida.
    Abração.

    ResponderExcluir
  13. Muito legal a sua participação meu querido amigo.
    Família é uma benção em vivermos em grupo, para que exercitemos o compartilhar, para aprendermos tantas lições, como a paciência, o respeito, o somar, unir forças e esforços, o dividir, partilhar, o amar, nos preparando para que vivamos tudo isso no mundo lá fora.
    Família tem um valor incalculável, é a nossa primeira base e grande escola na vida.
    Beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  14. Querido amigo,

    Feliz de reencontrá-lo! Suas palavras sempre trazem mais entendimento e lubrifica nossa inteligência, gosto muito! Abs.

    ResponderExcluir
  15. Toninho,gostei de sua análise da familia de hoje!Infelizmente nem toda familia cumpre seu papel interativo.Existem muitas familias desestruturadas!Ótima sua participação!bjs,

    ResponderExcluir
  16. Oi Toninho!
    Você foi muito feliz com as considerações sobre a família na sua crônica. É veradde a família vem sendo bombardeada com tantos maleficios que por vezes abalam seus alicerces, mas cabe a cada um de nós manter com amor esta célula mater da sociedade.
    Abração!

    ResponderExcluir
  17. Oi Toninho, um belo texto e participação.
    Não importa o tamanho da família, o que importa é o respeito, o amor, o partilhar e a harmonia.
    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  18. Como a Beth Lilás, vc tb fala da comunicação, da necessidade de dialogar, e aponta a importância da manutenção do laço que une as pessoas.

    A imperfeição e a falta de tolerância mútua da convivência nem sempre harmoniosa, é uma realidade que pode segregar as pessoas, ponto tão bem explorado na sua reflexão profunda, exaltando a comunhão dos diferentes, e a importância da fé.
    Muito legal, meu amigo...

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  19. Oi Toninho,
    encantador seu texto sobre as relações familiares. Você transparece em suas palavras uma serenidade e sabedoria de vida muito grande. É bom banharmo-nos nessa luz de plenitude que você transmite.

    Seleccionei este trecho que significou mais para mim:
    «Diante desta coisa vil reinante, urge que a família esteja blindada por diálogos, conversas francas e abertas continuamente, elaborando reflexões, dissecando conflitos internos, pois somente assim estará imune de todas as facilidades e maldades, que proliferam e desgarram as ovelhas.»

    Abraços.
    Rute

    ResponderExcluir
  20. Obrigada pelo carinho! Excelente postagem! Depois vou dar uma visitada no link que você indicou! Abraço carinhoso! Ótima quarta-feira!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá Toninho, você escreveu um texto maravilhoso, super explicativo sobre o valor da família! A religiosidade é o que tem assegurado esses valores e enquanto a midia só tem mostrado familias desestrutuadas com seus membros individualistas.
    A Família é a base de tudo!!
    Bravissimo!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Familia. Sagrados corações!!!!!

    Salve!!

    Bjss meuss

    Catita

    ResponderExcluir
  23. "Logo, cabe aqui o estimulo ao sentimento de religiosidade onde somos semelhantes e como tal devemos conviver e assim a família passa a ser uma bela realidade da COMUNHÃO."
    Toninho, acho esta uma frase perfeita. Muita gente discorda, hoje não se dá valor à religiosidade e as crianças estão sendo criadas sem parâmetros, daí a grande confusão da vida atual.
    Gostei de todo o texto, família é nosso maior bem, ou deveria ser.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  24. Oi, pena que nem todos recebam essa protecao nao é Toninho? pena mesmo :-(

    tbm nao acredito que seja uma instituicao falida, como mts falam, familia sempre foi essa coisa bonita e dificil que vemos hj, algo piorou talvez, mas isso tem a ver com a inversao de valores que vivemos hj, nao com a familia em si.Uma familia bem estruturada (ou ate nao,mas com algum integrante com boa vontade) pode fazer com que haja um bom balanceamento das coisas.
    Um abraco

    ResponderExcluir
  25. Olá
    Maravilhoso o seu texto familia é o norte e a direção para qualquer um.
    Adorei.
    Parabéns
    Debby :)

    ResponderExcluir
  26. A família é a base de tudo. Mas infelizmente, por várias razões, atualmente anda desestruturada e nem sempre está cumprindo o seu dever.
    Beijos meus!

    ResponderExcluir
  27. Olá, Toninho
    A comunhão é a base familiar e que ela não nos falte nunca!!!
    Abraços fraternos de paz

    ResponderExcluir
  28. Oi Toninho,
    vc teceu um claro painel sobre a família, a antiga e a atual, que sofreu modificações drásticas, mas continua sendo a instituição primeira de existência humana. Seja ela tradicional ou moderna,o que não pode faltar é o diálogo,a fraternidade, como vc frisou muito bem.
    A cooperação para a comunhão sempre presente perfaz uma família feliz.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  29. Seu blog é cheio de obras-primas. O texto muitísimo bem escrito, com a ilustração da família de Nazaré. Logo me lembro da jaculatória: Jesus, Maria, José, nossa família vossa é.

    Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  30. Amigo Toninho

    Amei.
    Urge mais do que nunca que a verdadeira essência da familia seja reconstruída. Só assim teremos paz e felicidade.

    Grante texto.
    Um abraço

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.