Páginas

terça-feira, 17 de julho de 2012

Ausencia












Ausência.

Morre flor na ausência do amor.
Ao longe um canto de réquiem
Uma árida ária plena de dor.
Traduz a saudade de alguém.

Sobras de lembranças perdidas.
Remexidas nesta tarde vazia,
Voam pelas noites desiludidas,
Como aves vestidas de agonia.

Vivem pelos jardins sem portas,
Plantam esperanças pelo chão
Onde jazem as folhas mortas.

Adubação na terra de esperança,
Renova-se o milagre da floração,
Da primavera como uma aliança.

Toninho.
*********************************************************** 

Uma boa semana para todos nós.
**********************************************************
Interação da amiga Calu, Obrigado amiga.

 http://fractaisdecalu.blogspot.com.br/

E como aliança
em nova reintegração
da matéria que
antes seca,
renasce por
sobre o chão,
florindo
cada pedaço,
cada trecho,
cada quinhão.
Vida renovada,
vibra coração!



26 comentários:

  1. Muito bonito...e o bom é que se renova as esperanças...

    ResponderExcluir
  2. Queria que as pessoas que amamos renascessem flores em nossos jardins...

    ResponderExcluir
  3. A Cada nova floração, mais novas esperanças...Lindo,Toninho!

    abração praiano,chica

    ResponderExcluir
  4. E por falar em ausência, desculpe a minha por aqui amigo, curtindo meu netinho, fico sem tempo para visitar meus amigos, agora aproveitei que ele dormiu e vim aqui deixar um gdeeeeeeeee abraço pra vc.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  5. Caro Toninho
    Mesmo numa árida canção de dor você faz renascer a esperança de um jardim cheio de flores.

    Uma linda semana para você.
    Um carinhoso abraço.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. A natureza é, além de bela, muito sábia. Nada se perde, e até mesmo aquilo que está morto, vira adubo para fazer renascer. A natureza humana ainda não aprendeu a renascer assim, dessa forma, e nos é tão caro e triste quando existe a ausência do amor.

    Toninho, meu bom amigo. Seus versos tocam lá no fundo, um tanto tristes, mas renascem na magia em seu final, como a flor que brota valente no começo da primavera. Fantástico.

    E eu também renasci, só que virtualmente. Meu blog, o Abismo das Vaidades, se foi e renasceu com outro endereço. Agora ele está aqui:

    http://deprosaprovento.blogspot.com.br/

    Caso queira ter uns dedos de prosa, é só aparecer por lá.

    Grande abraço, meu amigo.

    Marcio

    ResponderExcluir
  7. Meu amigo Toninho,

    Seu poema,apesar da tristeza e tom de lamento,renasce,no final,tal qual Fênix das cinzas,e uma esperança surge em um lindo jardim de sonhos.

    Bjsssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  8. Olá Toninho,

    Versos belo porém triste, mais com um final perfeito...Renascer e renovar, sempre é preciso.
    A natureza é inteligente... Sempre restaura e floresce as flores. O ser humano tem ainda muito que aprender com a natureza.

    Beijos e ótima semana amigo!

    ResponderExcluir
  9. Meu querido amigo

    o fim é sempre uma renovação, como sempre fico maravilhosa com a maneira linda como descreve os sentimentos.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  10. Amigo Boa Noite.
    Lindo poema renascer renovar como as flores na primavera.
    Linda noite amigo querido beijos,Evanir.

    ResponderExcluir
  11. Teu poema, Toninho, é o desabrochar dos sentimentos dos quais deseja falar...o renascimento pode ser tão bonito quanto somos capazes de faze-lo ser!

    Um grande abraço, meu amigo!

    ResponderExcluir
  12. AMIGO TONINHOBIRA, BOM DIA COMO SEMPRE VENS COM UMA POESIA LINDA, DESTA VEZ DE SAUDADES,ESPERO QUE AMENIZE ESTAS SAUDADES AMIGO. ABRAÇOS CELINA.

    ResponderExcluir
  13. Que bonito Toninho quem não tem em tardes vazias lembranças de um tempo bom! Abraçooooss

    ResponderExcluir
  14. Toninho, estou cansada, no bom sentido de me encantar com suas belas poesias e essa não seria diferente.
    Obrigada por sua presença, sempre.
    Xeros

    ResponderExcluir
  15. Da tristeza renasce a esperança, assim é o amor que é parte implícita do ser humano.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Ainda bem que existe a certeza de que a primavera chegará... E prevalecerá uma relva verdejante e salpicada de flores de amarelas...
    Sublime soneto!!!

    poeta, carinhos...
    Beijos de flor

    ResponderExcluir
  17. Não há flor que resista sem a energia do amor, não há vida que não se renove quando a esperança chega ao coração, adorei Toninho beijos Luconi

    ResponderExcluir
  18. Toninho amigo meneiro a ausencia doi demais...é na esperança que vivemos quando ela esta instalada em nossa vida...espero que esteja bem em paz..esse blog é um canto que gosto de vir ouvir musica e ler essas poesias que só voce faz..abraço terno.........titi

    ResponderExcluir
  19. "Ao longe um canto de réquiem
    Uma árida ária plena de dor.
    Traduz a saudade de alguém."

    Nos traz, com maestria mais uma vez, um belo poema. E neste verso, especialmente, reduz-me o encanto por ele...

    Lindo de viver, poeta...

    Um dia com muita inspiração, amigo querido! bjs no coração...

    ResponderExcluir
  20. é, poeta... o amor é a luz sem ele é escuridão, aridez... muito bem inspirado na mensagem... bjuuu

    ResponderExcluir
  21. E como aliança
    em nova reintegração
    da matéria que
    antes seca,
    renasce por
    sobre o chão,
    florindo
    cada pedaço,
    cada trecho,
    cada quinhão.
    Vida renovada,
    vibra coração!

    Dias de luz, paz e amor p/ e toda família, amigo Toninho.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  22. ✿彡✿⊱╮¸.•°
    Amei a fotografia... harmoniza perfeitamente com o soneto.
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Brasil
    ✿彡

    ResponderExcluir
  23. A amizade é um dom; um presente de Deus…
    Assim como quando recebemos um presente somos surpreendidos,
    porque na maioria das vezes não somos nós quem o escolhemos,
    apenas o recebemos.

    Feliz Dia Do Amigo Toninho.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  24. Boa noite amigo querido !
    Sempre que venho aqui sou embalada por uma música que me faz feliz.
    Vc sempre se superando no poetar...
    Sabia que na bilheteria da vida os ingressos para comprar um amigo se encontra nos atos e atitudes e dai nos humanizamos .Por isso que te fiz de meu amigo.
    F*E*L*I*Z***D*I*A***D*O***A*M*I*G*O***!!!

    ResponderExcluir
  25. Amor e Saudades, o que seria dos poetas sem essas palavras. Sempre vem um nova floração, um novo amor! Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Toninho
    Voltei para reler o poema.
    Linda interação com a Calu.

    Um grande abraço.
    Bjs

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.