Páginas

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Entardecer na roça.


              (Google)

Quando o Sol se esconde na serra,
nos olhos vem uma fusão de cores,
uma bela saudade que se encerra,
neste peito que armazena amores.

Ouço cantos. Regresso aos ninhos,
são os únicos amigos nesta tarde,
no feliz encontro dos filhotinhos,
na copa da arvore há um alarde.

É muito bonito ver o entardecer,
aqui neste recanto da natureza,
sons de passarinhos me faz crer
que Deus está aqui com certeza.

Mas logo ouço uma Ave Maria,
vem daquela casinha do grotão.
Minimizo as dores e dou Gloria
ao Pai, pela paz do meu coração.

Toninho

03/05/2016
O outro blog: toninhobira.blogspot
****************************

30 comentários:

  1. ~ Toninho,
    aprecio o estilo simples e muito pessoal
    da sua poesia, mas estou sentida, porque
    deixei-lhe uma dádiva no última postagem
    que não foi agradecida, o que me deixa
    admirada, pois tem sido muito correto.
    ~~~ Dias felizes.~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Majo, é muito lindo o video das Gerais, é bem assim mesmo, com aquele mar de montanhas belas como no video. Agradeço amiga e desculpe por ter me passado, é que no acumulo de ler e responder cada pessoa que me visita, às vezes passo batido em algum detalhe. Desculpas.E que pra mim também tem sido novo responder em comentários normalmente eu vou no blog amigo. Respondendo: Sou como Drummond, alguns anos vivi em Itabira, principalmente nasci lá. Mas não é um retrato na parede que dói. Logo sou um itabirano. Vou lá pelo menos uma vez no ano. A fazenda reconstruída do Drummond fica perto da casa onde nasci onde moram minhas irmãs, bem como o monumento Drummond que fica junto ao Pico do Amor que tambem fica perto de casa, pois estamos lá na parte alta da cidade, bairro construído pela Vale do Rio Doce nos anos 40. Em criança ia toda semana na fazenda dos pais de Drummond, era muito bom lá com pomar lindo e rio onde pegava meus peixes e nadava.
      Mais uma vez me perdoe se as vezes falhar numa resposta por aqui. Mas fico sempre feliz com suas visitas.
      Volte sempre.
      Grato amiga.
      Bjs

      Excluir
    2. Grata pelo carinho, Toninho.
      Terei o meu blogue em breve.
      Abraço de sincera amizade.
      ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~

      Excluir
    3. Pesquisei e já sei muito de Itabira.
      Sei o que significa 'bira', que o logo-tipo do seu blogue é retirada da Praça do Areão, estive no Pico do Amor, vi a casa reconstruída do Poeta
      e soube de todas as desventuras da mineração, uma verdadeira flagelação.
      Agora compreendo o sei desgosto...

      ~ Boa semana Toninho. Abraço amigo.~

      Excluir
    4. ~~ Compreendo o seu desgosto...~~

      Excluir
    5. Obrigado Majo, fez uma bela viagem pelas subidas e descidas da velha Itabira onde moram minhas mais belas lembranças e saudades.
      Uma boa semana querida amiga.
      Bjs

      Excluir
  2. Que beleza de poesia e do inicio ao fim! Muito lido e ao final do dia, naquela hora mágica da Ave Maria, agradecer cabe sempre bem! LINDA!!! abração,chica

    ResponderExcluir
  3. Oi Toninho
    Apesar de sua poesia ser linda, me bateu uma
    nostalgia, não gosto do anoitecer na roça.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, amigo Toninho!
    Sabe, passar por aqui é aliviar o coração lendo tão sublimes palavras de conforto em Deus! Só Ele mesmo para nos descansar o espírito!
    A Ave Maria é memória querida desde a infância, às 18 h... na rádio, ouvíamos...
    Seja abençoado sempre!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  5. Linda poesia.
    Eu tive o privilégio de morara quando criança no interior e curtir todas as maravilhas de uma bela natureza.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, amigo Toninho !
    Que maravilhoso poema, e que fundo musical
    tão apropriado !
    Parabéns e haja coração para aguentar tanta
    emoção...
    Um fraterno abraço.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  7. Um magnífico poema. Gostei imenso.
    Bel abrilhantado" pelo vídeo e pela foto que escolheu.
    Bom fim de semana, caro amigo Toninho.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Oi Toninho!
    Já tive o privilégio de conhecer o entardecer na roça. Meu tio tinha um sítio perto de Leopoldina, aí na sua "MINAS GERAIS", e eu adorava passar as minhas férias com eles. Eu era bem novinha, mas tudo ficou gravado no meu coração. Principalmente a hora da Ave Maria, que era a hora que a família e peões do sítio se reuniam p/rezar. Ai que saudade gostosa!
    Bjsss amigo e um belo FDS p/vcs

    ResponderExcluir
  9. Maravilhosa poesia caro amigo ,de uma riqueza imensa ,é sempre um enorme prazer aqui estar ,um grande abraço Emanuel.

    ResponderExcluir
  10. Oi Toninho \o/
    Achei sensacional esse poema cheio de leveza
    e encantamento.
    Amo observar o entardecer, mas não tive
    a oportunidade ainda de ver essa preciosidade na roça.
    Bom fim de semana! Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Oi Toninho
    Quantas vezes vivi essa cena que você retratou com tanto ardor. O entardecer é lindo em qualquer lugar mas na roça tem um encanto ainda mais especial pois é sempre abrilhantado pela sonata dos passarinhos que chegam em revoada buscando o aconchego de seus ninhos. Espetacular, poeta!
    Um grande beijo nesse coração itabirano

    ResponderExcluir
  12. Toninho,
    A sua postagem esta perfeita: o som de Altamiro Carrilho, e a imagem (uma casinha na serra?) e o seu poema “Entardecer na roça”. Parabéns pelo conjunto e, em especial, pelo seu ótimo poema.
    Um bom final de semana.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Oi meu amigo, olhando a foto dá uma vontade grande de viajar e ir pra um lugar assim.
    As coisas simples da vida alimentam nosso coração, que saudades também da época em que pude estar nesses lugares.
    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  14. Boa noite
    Poema lindo,me fez recordar de bons tempos que ficaram lá no passado.
    Tenha um excelente abençoado domingo.

    ResponderExcluir
  15. Um vídeo magnífico. E com o seu poema pude imaginar o entardecer na roça. Gostei da música também...
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  16. Olá meu amigo de além-mar, passei para dar uma espreitadela e me deparei com mais um entre tantos maravilhosos poemas com alma.
    Eu creio que quando se deita para fora um poema assim de certeza que vem da alma.
    Gostei muito, porque para mim tudo o que fala da natureza das beleza das aves tem um encanto maior, um resto de bom domingo com beijinhos de luz e paz

    ResponderExcluir
  17. Amigo voltei para lhe mostrar mais um blogue novo não se se já tinha visto, de qualquer modo fica aqui o link.
    https://caminhosobrepedras.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  18. Uau! me eu vontade de voar até este pouso e me encantar com este entardecer. Linda poesia.

    ResponderExcluir
  19. Toninho,

    Amo o entardecer!
    Olhando essa foto e lendo suas palavras, confesso que me vi na velha Minas, sentada na varanda de um casarão de fazenda, saboreando um copo de café e provando algumas broinhas de "mio"!
    Tá servido, cumpadi?

    Boa semana!

    Bjks

    ResponderExcluir
  20. Tudo é muito harmonioso neste seu post.
    O nosso Universo proporciona-nos
    mtª. beleza.
    Um abraço, amigo.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  21. Um poema terno, doce e realista! Muito bonito, Toninho!
    O entardecer desperta mesmo saudades e reflexões...
    Uma boa semana... Muita paz e um grande abraço...

    ResponderExcluir
  22. Meu querido amigo, já sabe porque ando ausente :)

    Vive num local mágico, e eu viajei até si ao som desta linda melodia e do poema que me encantou.
    Grata pela seu carinho e amizade

    Um beijinho


    ResponderExcluir
  23. lindo... me fez recordar minha infância, onde havia uma igreja e todos os dias as 18hs se tocava Ave Maria e o bairro todo silenciava para ouvir.
    hoje tudo se acabou, até a igrejinha virou uma igreja porreta toda cercada com grades e o sino e a melodia silenciaram. bj e boa semana

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.