Páginas

sábado, 11 de junho de 2016

Assim meio assim.


Foto Google

Eu sigo pela vida assim meio,
meus meios não se conspiram,
com as minhas intenções fins.
E sinto meio torto à esquerda.

Às vezes penso que sei os meios,
para o que não remediado está.
Persevero na fé e na esperança,
com olhos voltados para o alto.

Ainda que seja obscura crença,
saber a síntese da minha vida,
há o metabolismo a dilacerar,
os fragmentos dispersos no ar.

Vago pela noite um seresteiro,
sob a neblina, sob a luz da lua,
que ilumina meus passos lassos
sobre as pedras, que sussurram.

Da sacada florida do casarão,
uma voz doce recita os versos,
que falam do amor como fogo,
que acende a minha esperança.

Toninho
07/06/2016
Meu outro espaço: toninhobira.blog


**************************************
A todos um feliz dia enamorados.

40 comentários:

  1. A sua postagem começa bem com o vídeo de Gal Costa e Zeca Baleiro, depois vem o seu poema, com o título “Assim meio assim”, como sempre um bem construído, com versos sem rimas, belas imagens, abordando as coisas da vida, com um toque de nostalgia e pinceladas filosófica, as duas coisas comuns aos poetas. Um ótimo poema.
    Grande abraço, amigo Toninho.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom descobrir este espaço tão agradável dedicado à boa poesia e boa música... e encontrar tanta gente conhecida, por aqui...
    Se nos desejar conhecer, estamos em artandkits.blogspot.com e adoraríamos a sua visita!...
    Abraço! Um óptimo fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  3. Amiga Toninho, li os seus versos ao som desta excepcional canção e fiquei a imaginar todo o cenário que tão bem descreveu.
    Confesso que me emocionei, pois o amor correspondido é lindo demais.

    Um beijinho e um feliz dia!

    ResponderExcluir
  4. Um momento perfeito caro amigo Toninho que acabei de ler ,tudo se entrelaça como o amor quando se é mutuo ,um grande abraço muitas felicidades.

    ResponderExcluir
  5. Oi Toninho
    Um belo poema embalado por esta linda música, que há muito tempo não ouvia, vem fechar com chave de ouro esta noite fria de mais um sábado nas nossas vidas.
    Um grande abraço, poeta.

    ResponderExcluir
  6. Mais um Blog perfeito prs visitar, belo poema, parabéns

    ResponderExcluir
  7. 'Assim meio assim' né Toninho e vamos nós seguindo pela estrada -há tanto a caminhar ,tanto a apreciar e a esperança acendendo nossos corações_como você embala nosso coração.
    Seu poema é bonito.
    Feliz domingo .Enamore-se ok?
    abraços

    ResponderExcluir
  8. Boa Tarde, amigo Toninho!
    Acender a esperança é sempre saudável... Oxalá nunca a percamos!
    Lindo poema, sofrido e sentido antes que gerado...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  9. E assim a gente vai ouvindo a voz do amor, a esperança , a fé na mudança, meio assim hoje, amanhã mais feliz, vivenndo. Lindo poeta. Tem novidades no blog

    ResponderExcluir
  10. Adoro a Gal Costa a tempos não ouvi.
    Belo poema, o amor é fogo que queima, vamos ascender a chama da esperança!


    Bom domingo!
    abraços!

    ResponderExcluir
  11. ~~~
    Mais uma ótima postagem, desta vez a celebrar
    o dia dos enamorados...

    Muito belo e tocante o seu poema, Toninho.
    Muito bem construído à volta de uma solidão,
    coração de poeta é de enorme sensibilidade!
    Quem não se enternece com uma serenata linda
    e sincera?

    Fazemos esta comemoração pelo S Valentim,
    hoje apenas Lisboa está em festa no dia do
    seu patrono.
    Esta noite,é uma folia com marchas desfilando
    pelo centro histórico e arraiais onde se come
    a saborosa sardinha portuguesa grelhada.

    Dedico a minha postagem ao santo e a Lisboa.

    Dias aprazíveis e serenos.

    Abraço e beijo afetuosos.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  12. É bem assim meio assim mesmo rs
    Sabe meu querido amigo, tenho sentido vontade de escrever em outro estilo, algo mais meio assim...como vejo tantos poemas, mas confesso que não sei como fazê-lo, quem sabe um dia sem eu perceber aconteça rs
    Adoro estar por aqui te lendo e curtir as músicas que nos presenteia...
    Um bom finzinho de domingo, beijos!

    ResponderExcluir
  13. Seguir pela vida com esperança e olhando sempre para o Alto...
    Bonito e reflexivo poema, Toninho!
    Abraço e boa semana...

    ResponderExcluir
  14. Belíssimo poema em homenagem aos namorados, embalado por esta linda música de Gal.
    Maravilha!!
    Um forte abraço e ótima semana, querido Toninho
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  15. Toda a esperança é legítima. O amor assim não morrerá. Foi bom ouvir a Gal Costa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olhar para o alto é nossa mola propulsora que nos alavanca para a certeza da fé e da esperança! Um tanto triste, mas belíssimo! Abração!

    ResponderExcluir
  17. \Adorei tua romântica inspiração! Linda semana, abraços praianos, chica

    ResponderExcluir
  18. Uma noite romântica com direito a serenata ! Por isso Toninho essa sensação , essa forma de estar só pode ser o efeito do enamoramento que a lua sempre traz !
    Belo momento poético !
    Fraterno abraço

    ResponderExcluir
  19. Ainda que seja obscura a crença, perseveramos na fé, na esperança e na poesia, não é mesmo, Toninho? É o que nos salva em meio a essa vida louca!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Ainda que seja obscura a crença, perseveramos na fé, na esperança e na poesia, não é mesmo, Toninho? É o que nos salva em meio a essa vida louca!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Oi Toninho, eu tirei os comentários, pois tenho que ficar de repouso. Quinta-feira vou fazer cirurgia.
    Aliás 2 cirurgias em datas separadas.
    Adorei sua poesia rimadinha e linda.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  22. Oi Toninho ;)
    Que imagem bonita!
    Tão bom ter a esperança
    renovada através do amor...
    Lindo poema!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Assim, meio assim, abriu com a bela voz de Gal Costa e Zeca Baleiro. E vai indo com lindos versos seus, num misto de amor e esperança.
    Bravo, Toninho!
    Beijos, semana linda.

    ResponderExcluir
  24. Boa noite Toninho.
    Assim, meio assim fizeste um lindo poema. Cade os homens românticos que faziam serenadas para as suas amadas, hoje é um premio que nem todas acham rsrs. Eu particularmente não dou sorte mo amor, quando dizem que me amam, se acham que é meu dono e eu prezo muito a minha liberdade, amar é deixar livre, confiar etc. Enfim amei o poema e a belíssima musica. Meu amigo quero muito lhe agradecer pela orientação sobre a negociação da casa nova, me ajudou e muito, você me ensinou uma grande lição que devo observar mais as coisas e ficar mais atenta. obrigadão. Uma feliz terça- feira, enorme abraço.

    ResponderExcluir
  25. OI TONINHO!
    A IMAGEM, ABRILHANTANDO TEU BELO TEXTO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Vou ficar caladinha
    as vezes falo demais e estrago, rs
    estou ouvindo a musica
    e pensando na sua poesia
    linda, como sempre muito linda
    Esperança é bom. Nunca se dilui


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Zizi, ninguém fala demais, fala o que sente e isto é muito bom no exercício da democracia. Escreva a vontade e fale a vontade não há moderação em minha página.Fico feliz por todos que vêm e deixam uma informação. Carinhoso abraço e fique à vontade aqui. Sempre.

      Excluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. Amigo Toninho,

    Tô aqui, postando e ouvindo Tim Maia. Amo!
    Dei uma parada no Tim para ouvir sua Gal, grande Gal! Amo tb!
    Suas palavras descritas neste belo poema e a ilustração que postou, combinaram com o casarão e a sacada da casa de Chica da Silva, visualizada por mim, ontem, através de um vídeo.
    Preciso conhecê-la pessoalmente!
    Eita Comendador romântico, não é mesmo?
    Tá faltando João Fernandes na praça! Rsrsrs

    Boa semana!

    Bjks

    ResponderExcluir
  29. Gal e Zeca Baleiro, uma combinação perfeita!
    Na imagem, um casarão antigo, uma moça na sacada a recitar versos; na rua, um seresteiro a tocar o seu violão... E um poema da lavra do Toninho!
    Tudo perfeito!
    E neste momento de comtemplação, acalma-se o olhar, enternece-se a alma, e deixamos acomodar no coração a música, a imagem e a beleza da poesia de um grande poeta que sabe compor um poema de versos brancos com uma sonoridade ímpar.
    Tudo muito belo, meu amigo! Com a tua marca de sensibilidade!
    Deixo sorrisos e estrelas a florir teus caminhos.
    Helena

    ResponderExcluir
  30. Toninho,

    Muitas vezes, nos sentimos tortos por todos os lados.
    Ainda bem, que algo bom acontece, e, nos faz seguir em frente.
    Obrigada pelo seu carinho de sempre.
    Abraços

    ResponderExcluir
  31. Toninho,

    Muitas vezes, nos sentimos tortos por todos os lados.
    Ainda bem, que algo bom acontece, e, nos faz seguir em frente.
    Obrigada pelo seu carinho de sempre.
    Abraços

    ResponderExcluir
  32. Boa tarde amigo!
    Nesta vida não há estradas retas...dificilmente do meio vislumbramos o final, e temos de tomar tantos atalhos, escolher entre tantas encruzilhadas, que estamos sempre a mudar o começo em um novo fim.
    Brilhante poema, como sempre!
    Um grande abraço!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  33. No deambular pela noite, chegam versos que alimentam a esperança, ao som do violão.
    Lindo momento.
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  34. Obrigada por brincar junto, querido Toninho
    Você nãoestá atrasado.
    És sempre bem vindo, viu?
    Lindo dia para tí.
    Um abraço apertado de
    Verena e Bichinhos.
    Se quiser se divertir hoje tem mais brincadeira por lá.

    ResponderExcluir
  35. Tão bom estar aqui, Toninho! Quanto amor, poesia música, encantamento! um cantinho de sonhos! Grande abraço

    ResponderExcluir
  36. Obrigado por partilhar tão belos poemas; simples, porém nos emocionam. Obrigado poeta!

    Abraço

    ResponderExcluir
  37. O amor acende sempre esperanças no nosso coração.
    Lindo Poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  38. Oi poeta, realmente aqui na nossa Minas Gerais tá um gelo, há anos que não sentimos tanto frio. Eu não gosto, não me dou bem com esta estação, mas pelo menos o céu está lindo, o sol brilha.
    Um abraço.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.