Páginas

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Desta saudade.



O que faz esta saudade no peito,
que mesmo em face do encanto,
vem no aconchegar-se do leito,
com teu cheiro em todo recanto.

Donde vem esta loucura agora,
de minh'alma plena de aflição,
a viver este amor que outrora,
lançaste como rede de arrastão.

Então eu viverei desta saudade,
que muitos dizem ser a loucura,
mas bem sei da crua realidade,
da dor que se apura e não cura.

Hoje com a cabeça em maresia,
respirar sôfrego pelas estradas,
a tua sombra como companhia,
protetora contra novas ciladas.

Toninho
30/08/2016
outro blog: toninhobira.blogspot


“Se meu jardim der flor, colore em mim a saudade” (Zé Renato e Xico Chaves)
******************************************
Um bom fim de semana
para todos.
Feliz
Setembro de renovação

36 comentários:

  1. Muito linda tua poesia e a saudade como inspiração ficou lindamente expressa! Parabéns! Ótimo SETEMBRO pra ti também! abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Toninho...não conhecia o som!
    Adorei sua inspiração!
    Bj amigo e um setembro...vem a seu jeito!

    ResponderExcluir
  3. Toninho...não conhecia o som!
    Adorei sua inspiração!
    Bj amigo e um setembro...vem a seu jeito!

    ResponderExcluir
  4. Linda inspiração Toninho!
    A saudade é um sentimento difícil de lidarmos e também de esquecermos.
    Feliz Setembro.
    Bjs,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  5. Versos fortes e saudosos... As lembranças ficam e preciosas lições têm nelas...
    Abraços nesta 6ª feira...
    (Há um texto no Vida & Plenitude que penso que vai gostar/Dentro de Mim)

    ResponderExcluir
  6. Oi Toninho
    Caro amigo sempre nos proporcionando textos belos, cheios de inspiração e um pouquinho de 'inveja" por não ter este dom.
    Saudade é uma palavra danada de perigosa, mas também tem um lado tão gostoso.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Saudade que dói e trás de volta momentos bons, sempre eternizados nos teus versos. abraços poeta

    ResponderExcluir
  8. Oi Toninho, bt!
    Lindo poema e também uma bela homenagem ao Vander Lee. Parabéns!
    Essa música é linda!
    Bjss amigo

    ResponderExcluir
  9. Que poema lindo...todo lindo,cheio de sensibilidade...doce e triste...belissimo...

    Um otimo fim de semana...

    Beijos,Toninho...

    ResponderExcluir
  10. Que poema lindo...todo lindo,cheio de sensibilidade...doce e triste...belissimo...

    Um otimo fim de semana...

    Beijos,Toninho...

    ResponderExcluir
  11. A saudade nos trás à flor da pele os mais nobres sentimentos ,um belíssimo poema caro amigo Toninho ,desejo-lhe um abençoado fim de semana ,um abraço.

    ResponderExcluir
  12. Oi Toninho,que beleza de poesia!
    E essa tal saudade, que está sempre a descobrir o que na verdade gostamos de recordar?
    Um grande e carinhoso abraço, amigo mineirin!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  13. Oi Toninho,que beleza de poesia!
    E essa tal saudade, que está sempre a descobrir o que na verdade gostamos de recordar?
    Um grande e carinhoso abraço, amigo mineirin!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  14. Boa noite querido Toninho.
    Que belo poema, bem expressado como a saudade é um sentimento forte. Um lindo final de semana. Grande abraço. Acho que no domingo vou da um pulinho na igreja do Bonfim, você fala com tanta fé que me deu vontade de ir. Você sabe informar o horário da missa ? Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Nossa que lindo poema meu amigo.
    Uma saudade tão bonita, e a música ao fundo só me fizeram voejar contigo no poema e na canção.
    Saudades também dessa voz linda do Vander Lee. Ele era dono de uma linda voz. Beijão querido.

    ResponderExcluir
  16. Amigo Toninho, que lindo poetar encontro sempre por aqui, falas da saudade de forma ímpar, nos toca a alma, pois quem nunca a sentiu?
    Amei ler e me sinto bem em seu espaço lindo!
    Abraços apertados e tenhas um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito, Toninho, e viver de saudades... dizendo assim, tão bonito como aqui, fica romântico, mas que dói, ah como dói!
    Poema muito sensível, dolorido, real. É a vida.
    Beijo, meu amigo, um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  18. Uma alma aflita, Toninho, meu conterrâneo de nascimento e de terras exilais, de fato nos faz enlouquecer.

    ResponderExcluir
  19. Porque toda saudade mesmo que seja doce , nos dói?
    Mas quem não vive de uma saudade...não é?
    Abraços Toninho , bom final de semana!

    ResponderExcluir
  20. Muito, muito belo o seu poema, Toninho!
    Emocionante inspiração em saudade,sentimento
    que Portugal transportou pelo oceano...
    A canção e voz de Vander Lee são lindas.
    Um 'post' magnífico preparado com muita
    ternura para os seus leitores...
    Agradeço profundamente e desejo-lhe dias
    muito aprazíveis e um Setembro inesquecível
    de imensa felicidade.
    Abraço de sincera amizade.
    Beijo de paz.
    ~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  21. Bem bonito seu poema, Toninho. Saudade é um sentimento dos mais dolorosos, porque nem sempre depende daquele que o sente ter o poder de diminuí-la. Viver de saudades, então, que triste sina. No caso de Vander Lee, nos resta ouvi-lo.

    abraços/bom domingo!

    ResponderExcluir
  22. Oi Toninho
    Saudade dói o peito, mas ao mesmo tempo acalma nosso coração.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  23. Olá querido amigo Toninho, saudade é um dos sentimentos mais comoventes, eu sou muito saudosista e sofro muito pela ausência do meu querido papá, um forte abraço, boa semana

    ResponderExcluir
  24. Melhor inspiração!!!
    Abraço Lisette

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Boa noite,amado amigo e poeta.
    A sua sensibilidade encanta o meu mundo.
    Quanta saudade que não tem cura, dias passam e ela está lá, quietinha, mas ao mesmo tempo provocando a dor da lembrança que não quer afastar-se por nada.
    Lembramos das canções, aromas e gostos, de tudo o que um dia sonhamos,falamos, assim alimentamos a saudade cada vez mais e intensamente.

    “Se meu jardim der flor, colore em mim a saudade” (Zé Renato e Xico Chaves)

    Ficou perfeito!
    Parabéns!
    Tenha um excelente mês!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  27. Olá caro amigo Toninho!
    Lindo seu poema, e mais lindo lendo ao som de Vander Lee - Por Causa De Você. Que voz encantadora.
    Essa canção casou maravilhosamente com seu poema.
    Obrigada pela leitura musicada. Adorei!

    Ótima semana e ótimo setembro.
    Beijo e sorrisos!
    Tem atualização por lá.

    ResponderExcluir
  28. Olá Toninho,

    Para poetizar sobre a triste saudade você escolheu o fundo musical perfeito, mesmo porque traz a voz do já saudoso compositor e cantor Vander Lee.
    O poema é muito lindo em seu tom nostálgico. Achei interessante a colocação dos versos finais: "a tua sombra como companhia,
    protetora contra novas ciladas".

    Feliz semana e um setembro inspirador para você.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  29. Bom dia Toninho,
    Magnifico poema!
    A saudade que dói
    e um amor jamais esquecido.
    Profundas e sentidas as suas palavras poéticas ao som de uma musica lindisssima. Gostei de recordar Vander Lee.
    Beijinhos e uma semana abençoada.
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toninho voltei só para dizer que fez também um lindo tributo a Vander Lee que faleceu recentemente, cuja morte, que constatei agora na Net, lamento com pesar. Bjs.

      Excluir
  30. Olá, Toninho, que doce loucura heim? Um abraço, paz e bem

    ResponderExcluir
  31. O seu poema lembrou-me outro poema: "Esta palavra saudade, sete letras de ternura, sete letras de ansiedade, outras tantas de aventura"...
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  32. Nostálgico e maravilhosamente tocante.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  33. Saudade essa palavra tão portuguesa, um belo poema meu amigo e é sempre um prazer ouvir Vander Lee.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.
    Andarilhar

    ResponderExcluir
  34. hola te envio miblog de poesias por si desias visitarlo
    http://anna-historias.blogspot.com.es/
    gracias
    besos

    ResponderExcluir
  35. Que saudade maravilhosa... descrita de uma forma tão tocante em palavras...
    Mais um poema adorável, Toninho!
    Abraço!
    Ana

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.