Páginas

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Da criação.




Dizer que o poeta é um fingidor,
às vezes soa como uma verdade.
Se no âmago do poema há dor,
Como não sentir a veracidade?

Palavras soltas o poeta costura,
cirze expressões no sentimento,
que lhe corrói toda a armadura,
nas entrelinhas expõe o lamento.

É sabedor das dores do social,
sangra versos da desigualdade,
tingi de sangue versos no ritual,
sem rebuscar a cruel realidade.

Quando acena o seu lado santo,
As Bem-Aventuranças ele recria,
unge rimas com todo o encanto,
e nasce o poema de sua alforria.


Toninho
06/05/2018
Entre o escrito e o poeta pode haver um abismo.


15 comentários:

  1. Boa tarde. Poema simplesmente maravilhoso. Grandes verdades se dizem poetando.

    * Ouvindo o silêncio dos Areais. *
    .
    Cumprimentos Poéticos

    ResponderExcluir
  2. Que bom que há quem, como tu, mesmo das "desgraças e dores que vemos ou sentimos" és capaz de rimas fazer, poesias com elas tecer! Adorei! abração,chica, lindo dia!

    ResponderExcluir
  3. Palavras soltas o poeta costura,
    cirze expressões no sentimento ... e nos permite ler belos poemas!!!bj

    ResponderExcluir
  4. Ainda bem que há poetas como você que sabe externar sentimentos seus e os nossos. Tem plena visão interior e exterior... Parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Olá, querido amigo Toninho!
    As bem aventuranças nos dignificam a condição de filhos de Deus...
    O poeta sente sim '
    "a dor que deveras sente" ... ele não é um fingidor...
    Sente tanto que precisa compor e faz poemas tão lindos como o que leio aqui...
    Poetar também me traz muita libertação, amigo...
    Escrevemos nossos ais e uis como catarse para nossa propria construção e edificação dos nossos semelhantes...
    Gostei muito de encontrar respostas para o por quê tenho poetado tanto...
    É um "casamento" com as palavras que nos fazemos: na dor e na alegria... na doença ou na saúde...
    E por ai vamos os amantes das palavras e sentires diversos.
    Mais uma nobre construção para seu futuro livro...
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Video belíssimo que não conhecia...
      Se nos merecerem, escreveremos...
      "Eu não sou alegre nem sou triste"... Gosto tanto deste pensamento de Cecília que o coloquei num dos livros... me identifico com ele demais!
      Um momento bonito tive eu neste entardecer que se inicia. Obrigada, amigo poeta. Bjm fraterno e carinhoso

      Excluir
  6. Bravo! Bravo! Bravo! Cem vezes, Bravo, amigo-poeta.Que sublime inspiração esta que vc nos brinda, entrelaçada magistralmente na da eterna Cecília Meireles.

    Encantamento, pra dizer o mínimo.
    Abraço de Luz e Paz.
    Calu

    ResponderExcluir
  7. Maravilhoso poema caro amigo Toninho ,é gratificante ler tão belo momento enriquecedor ,um grande abraço ,muitas felicidades

    ResponderExcluir
  8. Os seus Poemas são Divinos :))

    Hoje:- "O meu ilusório, fluindo"

    Bjos
    Votos de óptima Quinta-Feira

    ResponderExcluir
  9. Bom dia amigo! Lindo poema e com simplicidade e doçura falas verdades sobre O poeta. O que seria do mundo se não fossem os loucos poetas!
    Parabéns pela poesia. Abraços

    ResponderExcluir
  10. Você é um poeta que transmite vida, esperança e sentimentos consistentes...
    Poetizar faz um bem incrível!
    Abçs

    ResponderExcluir
  11. Apenas me resta dizer: Bravíssimo poeta!Lindo demais. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Poeta... poetar... rimar a vida com palavras... poetas sao seres especiais...

    Toninho, que vc tenha um otimo fim de semana...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  13. Você pensa em levar suas
    flores à casa de sua mamãe
    no domingo ou vai entregá-
    las em outro lugar?

    Qualquer que seja a sua res-
    posta eu estou com você.

    Um grande abraço.


    .

    ResponderExcluir
  14. Olá amigo Poeta Toninho,

    Faz um tempinho que não lhe visito,
    porém aprecio imensamente a sua arte
    poética e suas escolhas musicais.

    Muito talento e inspiração para uma
    expressividade poética tão bela e profunda:
    "Palavras soltas o poeta costura,
    cirze expressões no sentimento,
    que lhe corrói toda a armadura,
    nas entrelinhas expõe o lamento."

    Feliz final de semana, Toninho!

    Bjos.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.