Páginas

sábado, 12 de maio de 2018

Devaneio e fé.




















I
Quanto mais ando, vejo estradas.
Vem-me cheiro das matas Gerais.
Devaneio no mar de montanhas
É desvario por um oásis.
O Sol cala o meu querer.


II
Senhor tenho em Vós meus oásis.
Nunca permitis desertificação da fé.
Atravesso vales movido da crença,
que Vossa voz no vento vem afagar.
Amém.

Toninho
12/05/2018

Para o projeto de toda Sexta-feira "uma imagem em 140 caracteres" da Mari. Venha ler e participar.



9 comentários:

  1. Bom dia, querido amigo Toninho!
    Estou em lágrimas de comoção pela sua participação.
    O deserto cala o profundo da minha alma.
    Toda minha essência se viu retratada em seu poemeto, muito obrigada por extravassar sua alma pacificadora, seu ser iluminado que nos canaliza para o Bem Maior que nos redime.
    Retiro: silêncio, secura, sede...
    Senhor, tenho em Vós meu Oásis!
    Necessidade estou de fazer novo Retiro Espiritual, amigo.
    Tenha um fim de semana na paz de espirito e na Presença do nosso Bom Deus!
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde. Fascínio de Poema. ;)) Adorei.

    Hoje:- Sonhos vazios em desejos por cumprir

    Bjos
    Votos de Óptimo Sábado.


    ResponderExcluir
  3. Deus e nossa água viva sempre a saciar nossa alma e não permitir vivermos para sempre no deserto. Fiz uma música com essa tema para o congresso d e mulheres Toninho. Logo posto no blog. Lindo poema

    ResponderExcluir
  4. Interessante como uma bela imagem o conduziu pelo caminho da FÉ!!!
    Gostei de ler e do som também!!!bj

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde Toninho,
    Duas leituras belas da bonita imagem que tanto nos transmite e inspira.
    Gostei de ambas.
    Um beijinho e e abençoado fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  6. Estado normal de fé é o que nos move na superação de nossos desertos! Belo poema-orante!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Tua\s Minas Gerais bem presente em ti! Lindas as duas participações! Parabéns para as mamães da casa! abração,chica

    ResponderExcluir
  8. Que jamais aconteça a desertificação da fé. Que a cada montanha galgada conheçamos o esplendor da fé e do amor. E que as nossas montanhas mineiras sejam o nosso oásis de amor
    Lindíssima poesia amigo
    Beijos e um feliz domingo das mães e Parabéns para as Mães da tua família meu amigo
    Beijos

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.