Páginas

sábado, 18 de setembro de 2010

Primavera para José

Primavera para José
















 

Para José o perfume da Primavera
Ainda anda um pouco assim distante.
Lá naquele chão ressecado de folhas secas
Ponto de ignição em tórrido chão.


A presença da fúria indomável pelo Brasil
Com suas enormes línguas vermelhas
Que a tudo devora com sofreguidão
Que mãos odiosas fizeram esta maldição?

Dói o coração de nosso Bom José
Ver-te amiga serra aquecida avermelhada
Grita, morre no calor de línguas devastadoras.
Sem forças para fugir da ação predadora

Até mesmo aquelas nossas chuvas furiosas
Que tantas vezes devastaram, desabrigaram,
Não vieram em socorro desta agonia
Aos olhos de José que lacrimejaram.

Angustia e dor José sente um alento
Que sua Primavera parece estar perto
Vem de um canto melodioso pelas manhas
No cantar sonoro do Sabiá Laranjeira.










Baseado em recado enviado pelo Jose das Mercês, itabirano assim como eu, amigo lá  do Recanto das Letras. Sobre incêndio que devastou grande parte de uma serra em Itabira, onde fica montada a casa do poeta Carlos Drummond de Andrade, local onde na infância muitas vezes escalávamos na busca de frutos silvestres.






Toninhobira
01/09/2010







9 comentários:

  1. E assim que recebeu essa notícia, meu amigo Toninho já aguçou a
    inspiração, nos presenteando com
    esses profundos, emocionantes e
    reflexivos versos, que retratam
    com fidelidade a realidade dos
    nossos dias... Aqui em Goiás
    muito temos sofrido com a sequidão
    e baixa umidade, incêndios pra todo
    lado, sabe lá Deus, se criminoso
    ou se da própria natureza, mas
    acredito mais na primeira opção...
    Amigo, mais uma vez estou aqui a
    aplaudir o dom maravilhoso que Deus
    lhe concedeu, que é versejar e transformar em verdadeiras obras de
    artes até mesmo os fatos que
    normalmente nos causam profunda tristeza... Deus o abençoe e
    continue sempre a irradiar Luz
    nesse já iluminado coração!
    Uma linda noite pra ti..
    Carinhos.. Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Aí está meu amigo, a ação irresponsável e predadora do ser humano.
    Aliás, há bicho mais predador do que o ser humano?
    Mas agora, por mais que falemos, brademos, e gritemos, os ouvidos moucos, vão rindo de nossas caras de palhaços!!
    Mas deixa estar meu amigo, que para eles, (e infelizmente também para nós, que estamos no mesmo barco), pagarão moeda por moeda, do que estão causando!
    Quero ver quando no dia desse holocausto, eles se valerem de dinheiro, pois dinheiro de nada valerá!
    Perdoe o meu pessimismo e minha revolta, mas é meu sentimento ferido com tantos crimes cometidos contra a natureza, quando esses politiqueiros só se preocupam com dinheiro no bolso e poder, as custas de desmatamentos, que afinal de contas, está causando toda essa sequidão.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Caro Tonho!

    Sua presença ilumina meu espaço e teu olhar torna maior minha escrita!

    Lindo e triste canto...
    A primavera ainda há de voltar para florir corações e vidas desvastadas,
    nada nessa vida é permanente..

    Meu carinhoso abraço ao amigo,
    que sigo aqui e também no Recanto,


    Hadassa Mar (Recanto das Letras)
    Ester (Blog)

    ResponderExcluir
  4. É Toninho, infelizmente o bicho homem às vezes age pior do que muitos animais ditos irracionais, prejudicando a eles proprios; sabemos que a maldade quando arremessada é feito bola ela bate e vem de volta.O importaante foi trasformar essa tristeza em um poema tão belo homenagiando o nosso bom José.Um abraço fraterno Celina.

    ResponderExcluir
  5. Meu querido amigo, hoje nem tenho palavras para fazer seu comentário ou pelo menos o que merece.
    Antes de comentar quero agradecer de coração o lindo poema que me deixou, adorei e em seguida acho este seu poema tão lindo que tudo que eu aqui possa escrever não vai estar há altura.
    Simplesmente e muito honestamente lhe digo, feliz a hora em que o escolhi como amigo.
    Beijinhos de luz e muita paz para um ser tão iluminado.

    ResponderExcluir
  6. gostei muito,embora triste a gente saber que as queimadas estão destruinod o nosso planeta.

    ResponderExcluir
  7. Sabes, fez-me muito feliz com sua visita e comentário tão carinhoso

    sempre estarei aqui nesse espaço participando dessa sua escrita sempre muito bela...

    Preciosa Maria

    ResponderExcluir
  8. Oie amigo querido, vim te ler te ver e matar minhas saudades do seu cantinho, sabe que te admiro tanto, sua sabedoria infinita, seu coração imenso, querido me faz viajar e flui em mim uma imensa paz!!!!! Que orgulho te-lo como amigo viu!!Vou contar um segrredo .......adorooooooooo seu coração!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Toninho,

    De uma notícia, fez um belo poema/dissertação.
    Parabéns.
    Então já escutou "Mimar você"?
    Obrigada.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.