Páginas

terça-feira, 22 de março de 2011

Menino que vi












  


Menino que vi.

Nasce o dia vem o menino apressado
Nas costas a mochila tão pesada
 Menino carrega fardo do passado
Na sua aparência já curvada

Finge que a vida lhe vai bem
A contrastar com seu olhar triste
Ignora os olhares e segue para o trem
Na janela viaja nas coisas que não existe

 Ele não leva a esperança da vida
Perdida em mistérios e segredos
Nas costas apenas a carga fingida.

Desce menino, sobe homem suicida
Na correria desesperada seus medos
Deixa a vida nua, bala perdida.

Toninho
21/03/2011.

9 comentários:

  1. Pois é meu amigo, é a vida amarga e sofrida de um menino sem esperança um homem sem gosto pela vida.
    Tudo acaba na fatalidade.
    Tudo na bala perdida
    Tudo findou... Restou o poema.
    O poema não morreu. Ele verseja o nascimento, a vida e a morte. Mesmo agonizando.
    E mesmo agonizando, mesmo na tristeza, mesmo em nossas dores, o poema é belo.
    Um abraço, e um bom dia.

    ResponderExcluir
  2. Lindíssimos versos, meu querido Tonhinho!
    Aliás, eu diria ainda: importante crônica poética!
    Emocionou-me, amigo...
    Grande abraço da
    Zélia

    ResponderExcluir
  3. AMIGO TONINHO PAZ PARA TODOS, VIM AGRADECER A VISITA,SONETO MUITO BONITO, EMBORA TRISTE, MAIS É A NOSSA REALIDADE, EU ME COMOVÍ SE EU PODESSE AS CRIANÇAS NÃO SOFRIA, MAIS SEI QUE O SOFRIMENTO FAZ PARTE DE UMA BAGAGEM ANTERIOR, SÓ ASSIM JUSTIFICA O SOFRIMENTO NAS PESSOAS BOAS E PRINCIPALMENTE NAS CRIANÇAS.UM ABRAÇO AMIGO. CELINA

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema dentro de uma realidade nua e cruel...

    beijooo.

    ResponderExcluir
  5. Um texto cheio de sensibilidade e (como a própia mochila) pesado em todo seu contexto.
    A imagem também fez uma interação perfeita ao texto. Deixo-te aqui meus desejos de uma iluminada tarde!
    SAUDADES...

    ResponderExcluir
  6. Triste imagens, mas reais, infelizmente.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oi, Toninho!
    Mais um belo poema!
    Amigo, seu DVD foi enviado via Sedex na sexta-feira (18/03). Como o Thomaz incumbiu a secretária de fazer o envio, peço que, por gentileza, nos avise assim que receber.
    Um abraço ;)

    ResponderExcluir
  8. E em fingir que tudo vai bem, torna a carga da mochila mais pesada ainda... Mas infelismente, essa é a nua e crua realidade da vida...
    Amado amigo, seus versos são belos... Profundos, e tocantes...
    Carinhos mil pra ti... Bjsss

    PS. Ainda com problemas na conexão...
    Mas sempre que der, estarei por aqui com imenso prazer.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.