Páginas

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Na cadencia da inspiração.













Imagem Google.





Parecia, que sabía daquele samba enredo,
Que ela dançava como uma dançarina.
Mas ser porta bandeira era o seu segredo,
Que alimentava os sonhos desta menina

Observava com os olhos fixos na avenida,
Na sintonia das batidas da afinada bateria.
Foi lindo encanto de fantasia em minha vida,
Que se emaranhou em sua bela coreografia.

Este encanto sensual num requebrar cadenciado,
Elevava os olhos ao Céu com alegria transbordante
Nos saltos, como plataforma em mar agitado
E seu sorriso era como um farol ao navegante.

Mas a menina que desfilou com tanta elegância,
Desapareceu como fumaça naquela dispersão,
Deixando meus versos órfãos nesta distancia,   
Como uma triste morte desta minha inspiração.


Toninho.
14/04/2011.

28 comentários:

  1. bom alvorecer meu mineirinho baiano !
    como é que pode?
    -mineiro ou baiano!
    confusão grande...coisas de escritor...quase maluco para não chamar de doido,kkkkkkkkkkkk
    Saindo da brincadeira;
    gostei da inspiração...cheia de molejo...graciosa...
    Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  2. Tua inspiração não morre,Toninho.

    Ela está sempre à mil nas cadências dos tamborins da vida...Lindo! abração,ótimo dia,chica

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo o seu poema, meu querido Toninho!
    É sempre tocante uma história que conta a impressão de enlevo de um encontro importante e fugaz, mas você tem um algo mais, que faz com que eu me identifique absolutamente.
    Fez-me lembrar de um bailinho, há quase cinquenta anos, em que uma amiga minha dançou A Whiter Shade of Pale com um lindo rapaz, apaixonou-se por ele, e nunca mais o viu. Outro dia, quando nos encontramos, ela me disse que pensa naquela noite até hoje e que não pode ouvir Procol Harum sem suspirar fundo...
    E olha que já temos mais de sessenta anos...rsrsrrs...
    Ésempre uma delícia vir aqui!
    Abraço apertado da Zélia

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Manhã desperta de imaginação carnavalesca e fugaz, mas intensa de sentimentos pela musa inspiradora.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Toninho!
    A Chica disse uma coisa que é bem verdade, como o escritor tem idéias, como a cada dia floresce em seu íntimo inspirações e visões da vida.
    Lindo poema, cheio de movimento e som!
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  6. Bela inspiração,,,mas a menina volta...assim como ela sumiu em fumaça...abraços de bom dia pra ti amigo..

    ResponderExcluir
  7. Bom dia,Toninho!!!

    Que linda inspiração!!Vi a menina sambando!!Até pude ouvir o som da bateria!!!
    Tua inspiração é maravilhosa meu amigo!!E ela não se vai não!!Ela sempre volta!!!
    Beijos pra ti!!!
    Com muito carinho!!
    Tenha um ótimo dia!!!

    ResponderExcluir
  8. Meu querido, hoje venho deixar uma chuva de beijos com muita luz e muita paz.

    ResponderExcluir
  9. Não há morte da inspiração do poeta, apenas um hiato entre uma visão e outra que a segue de imediato.Em ritmo rimado na cadência dum samba compassado, o poeta deu graça e contorno a sua visão da alegria.
    Isso dá samba, Toninho!
    Bjinhos,
    Calu

    ResponderExcluir
  10. Que lindo poema...a cadência do samba e a menina dançando...mas mesmo ela te deixando, tenho certeza que sua inspiração não o deixará...para nossa alegria que tanto gostamos de te ler... beijinhos amigo...
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Esta é bem brasileira, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  12. oiiiiiiiii,eu acho que a vi aqui cantando e dancando...e perguntou por vc.Como vai tempo ai.Aqui ta um horror...Tomei uma bronca da ortopedista,minhas costas estao precisando de uma academia disse ela...hihi.Amanha eu vou la...
    Bju-Lu.

    ResponderExcluir
  13. Que lindo.
    Na cadência do carnaval.
    Bela inspiração.

    ResponderExcluir
  14. Toninho! belos versos cheio de inspiração. A bela menina se foi, mais deixou em você uma inspiração espetacular que até o titulo ficou bonito.(Na cadencia da inspiração) Beijos e ótima noite.

    Smareis

    ResponderExcluir
  15. Amigo belo poema...carnaval...o samba tudo lembra alegria...suas palavras fazem a gente imaginar toda essa paz..
    abraço amigo mineiro..
    titi

    ResponderExcluir
  16. Toninho amigo bom dia né?
    Por acaso ainda estou aqui.
    O gingadpo brasileiro não existe mesmo igual. E encanta mesmo, enfeitiça. Como seu poema!!!
    Deu até peninha dos seus olhinhos órfãos...kkkk
    Sempre haverá outros carnavais e novas portas-bandeiras.
    Também não se esqueça!!!
    Que nosso dia seja assim com essa sua cadência. E inspirado!!
    Lindo!!
    :D

    ResponderExcluir
  17. Fantasias vão, fantasias vem... O que nunca se vai são as lembranças que nos faz sonhar... Assim como essas que lhe inspirou tão lindos e tocantes versos!

    Amigo, abençoada madrugada pra ti!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi querido amigo, tudo bem?
    Que bom que vc viu o meu vídeo e gostou, fico muito feliz. Quero convidá-lo para vê o meu novo vídeo, desejos, bem divertido, dessa vez falo de como emagrecer 7kg em uma semana de uma maneira bem divertida. Espero que esteja bem, estava com saudade de passear pelo seu cantinho que sempre nos trás poemas lindos! Parabéns! Como sempre, maravilhoso. Se puder repassa o meu vídeo para seus amigos.
    Desculpe a minha ausência por aqui,
    fica com Deus, beijos
    www.meninalimaoem.blogspot.com
    @micheleferrucio

    ResponderExcluir
  19. Puro encantamento sua poesia, Toninho.Um delicioso momento que ficará para sempre na memória...

    Beijo , querido e obrigada pelo seu carinho sempre em meu blog.Gosto muito dos seus comentários.Vc lê a alma do poema.

    ResponderExcluir
  20. Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderExcluir
  21. Olá,Toninho!!!

    Tenha um ótimo dia meu amigo!!Que seja de amor,paz e muita inspiração!!!
    Beijos pra ti com carinho!!

    ResponderExcluir
  22. Meu amigo, este belo poema é um samba ao melhor estilo de Benito Di Paula.

    "Juro, com o samba no asfalto, com a Escola na rua
    Com ela sambando, eu garanto a vitória
    E até dou meu barraco pra ela morar"

    Lembra-se dele? Com teu poema recordei daquela época.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  23. Oi Toninho!
    Sonhos de carnaval são mesmo fugazes!rss
    Adorei o poema, uma verdadeira cadência de sentimentos!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  24. Amigo, o carnaval ainda esta um pouco distante e você já andas assim!?
    No entanto talvez estejas enganado, que o desaparecimento desta "bailarina"não te deixou órfão de inspiração, mas justamente te presenteou com novas!
    Toninho, ando um pouco sumida amigo, enforcada de trabalho estes últimos dias, Nem mesmo tempo para lembrar algo para guardar nas lembranças..
    Linda tarde!
    Lembranças.

    ResponderExcluir
  25. Olá amigo Toninho
    "Levanta, sacode a poeira e dê a volta por cima."
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  26. Quanta cadência nessa inspiração. Adorei!

    Grata sempre...

    bjs meus

    ResponderExcluir
  27. Bom dia,Toninho!!!!

    Que sua sexta seja plena de amor e luz!!
    Que setembro faça desabrochar muitas flores e alegrias na sua vida!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  28. Toninho querido,
    Você é incrível! Nossa! Que poesia linda. Gostei muito. Inspirado, como sempre, nos dá a chance de te ler e adorar teu repertório poético.
    Um super beijo, amigo.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.