Páginas

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Uma lição.



Hoje participamos da BC_Botando a cabeça para funcionar, que a Chica promove nos dias 5,15 e 25 aqui chicabrincadepoesia conheça, participe e veja outras inspirações.













O mar é de quem o sabe navegar.
A nós é uma fonte de inspiração,
é saber todos os mistérios do mar,
como ondas da Terra em rotação.

As ondas que se elevam temerosas,
vejo calmas as prudentes garças,
ficam atentas as poses graciosas,
na hora certa descem para caça.

Olhar o vaivém do mar gigante,
das ondas altas beijando a praia,
sob olhar de uma garça vigilante,
faminta espera atacar a arraia.

Amo os movimentos da natureza,
como numa lição a sobrevivência,
saber lidar com qualquer dureza.
Com mar aprende-se a resiliência.

Toninho
15/11/2018 
Outro blog: Momentos de inspiração


Grato sempre.



13 comentários:

  1. Boa noite, querido amigo Toninho!
    Que lindo seu poema e o desfecho é tudo que eu mais aprendi na vida:resiliência...
    Essa palavra me chamou muita atenção num curso que fiz há anos... é meu retrato sem tirar nem pôr, com a Ajuda Indispensável de Deus que nunca me faltou.
    O mar é uma grande escola de vida e seu poema refletiu bem este mandamento marítimo que Deus nos brindou, com Amor.
    Ele é Poeta e nos fala pela natureza com riqueza de detalhes e perfeição ilimitada.
    Obrigada por este momentos de ternura ante as Delicadezas de Deus, amigo.
    Tenha dias felizes e abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Quando estamos preparados, as lições nos chegam e as captamos em tudo...Até nos movimentos da natureza e do mar! Adorei a poesia tão bem inspirada e também o velho Caymmi! Muito bom! Obrigadão! abração, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Belo versejar e constatação de um exemplo a ser seguido: paciência e calma. Obrigada pela partilha Toninho. Boa noite e bom feriado

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema e fundo musical. Vivendo e aprendendo e a natureza uma bela mestre. Bjs Bom final de semana

    ResponderExcluir
  5. Bonito poema:)) Parabéns:))

    Bjos
    Votos de uma óptima Sexta-Feira

    ResponderExcluir
  6. Que beleza de construção poética, Toninho! O mar é para quem sabe navegar... Aliás, para nos darmos bem na vida, colocar mão em arapuca é suicídio! Cautela, cautéla!
    Toninho, que saudades de Caymmi! que voz, que música! Casamento perfeito do poema e vídeo, gostei imenso!
    Beijo, meu amigo, um bom domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tinha 'grifado' essa beleza, para meu comentário e esqueci de enviar! Muito bonito!

      Amo os movimentos da natureza,
      como numa lição a sobrevivência,
      saber lidar com qualquer dureza.
      Com mar aprende-se a resiliência.

      Excluir
  7. Um poema com muitas lições... Bonito, Toninho! A última palavra conclui fortemente!...
    Bom domingo... Nosso abraço

    ResponderExcluir
  8. Estimado Amigo.
    Mais do que a a métrica, rima e acentuação, o que tem realmente valor é a expressão e sensibilidade poética e estes dois parâmetros são sempre aplausíveis na sua poesia.
    Não quero aprender nada com mar bravo... quero distãncia... rrsss... rrsss...
    Dorival Caymmi sempre encanta, em especial quando entoa o mar... boa opção.
    Bom serão, Mineirinho.
    Abraço afetuoso.
    Beijo
    ~~~

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Toninho,
    Que coisa, ainda não tinha vindo aqui comentar seu belo post!
    O mar é deveras inspirador e o poema está magnífico!
    Também concordo que o mar nos ensina a resiliência, essencialmente quando calmo beija as douradas areias da praia.
    Beijinhos e uma linda semana cheia de paz.
    Ailime

    ResponderExcluir
  10. Uma extraordinária imagem, que não poderia estar melhor traduzida, nas suas poéticas palavras, Toninho!
    No momento, nesta altura do ano, garças brancas, surgem com frequência, aqui nos campos, perto de onde moro... talvez sejam os cursos de água, que as atraiam... com todos os pequenos animais, que estes possam atrair, e que lhes sirvam de alimento...
    Beijinho
    Ana

    ResponderExcluir
  11. Amo o mar...
    E quando escrevia mais minhas poesias... me perdia nos mares revoltos ou não de minha imaginação e a combinação era perfeita..
    Prazer em conhecer um cadinho mais do teu blog
    Debby :)

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.