Páginas

sábado, 31 de outubro de 2015

Lá vem saudade!


Lá vem saudade!











Vem uma saudade desvairada,
assim como a rajada de vento,
às vezes entra pela madrugada,
arrasta as horas contra o tempo.

Quisera saber definir este vazio,
que tanto devora minha mente,
sinto na carne da navalha o fio,
que sangra e dilacera friamente.

Esta saudade vem como um lobo,
que faminto desconhece os medos,
seus olhos acesos pulam do globo,
saudades desvendam os segredos.

Para a saudade não há cirurgia,
que faça suavizar toda esta dor,   
vem impiedosa e sem anestesia,
quando se vive um grande amor.

Toninho
Outubro/2015

Tô aqui com outras inspirações: toninhobira.blogspot
************************************************************
Um bom feriadão para vocês.



31 comentários:

  1. Ela entra mesmo de fininho, sem convite...Por vezes a deixamos ficar, outras a temos que "enxotar"... Linda poesia! Adorei! Ótimo fds! abração,chica

    ResponderExcluir
  2. Ah! querido poeta hoje tu escrevestes o que sinto. Uma saudade imensa que não há solução, nem remédio, se ao menos uma vez na vida pudesse se tocar quem ama? mas é um amor que se foi e talvez nunca mais vá voltar. Quem dera a saudade fizesse remendos... No blog te conto sobre essa saudade tbm. bjs e bom final de semana

    ResponderExcluir
  3. Oi Toninho, ela entra mesmo sem ser convidada, vem xereteando e trazendo todas as recordações, até aquelas que gostaríamos de deixar bem guardadas...
    Linda poesia, adorei.
    Abração e um bom feriado!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Toninho.
    Um lindo poema meu amigo, saudade um sentimento que causa dor e que a unica que faz aliviar é o tempo. Um lindo sábado. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi Toninho! Você descreveu muito bem o que é a dor da saudade...ADOREI!Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oi Toninho! Você descreveu muito bem o que é a dor da saudade...ADOREI!Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi Toninho!

    Acabei de chegar e já tô com saudade da viagem que fiz.
    Saudade é tudo de bom!
    "Para saudade não há cirurgia..." - você acertou em cheio!

    Bom feriado!

    Bjksss

    ResponderExcluir
  8. Toninho, o seu "Lá vem saudade!", é um poema (com rimas) muito bom. Parabéns amigo.
    Um bom domingo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Que bela saudade caro amigo ,ao ler este maravilhoso poema cheio de sentires onde a dor faz parte desta vida faz-nos ver como somos tão frágeis perante o que a vida nos concede ,muito obrigado pela sua presença no meu cantinho que tanto me enriquece com as suas palavras ,bem haja caro amigo ,muitas felicidades um abraço Emanuel.

    ResponderExcluir
  10. Fico impressionada com os artistas como você, quanta inspiração, de onde tiram tanta belezura, ainda que muitas vezes, a tristeza e a nostalgia falam mais alto.
    Bacana demais.
    Um abraço amigo Toninho

    ResponderExcluir
  11. OI TONINHO!
    A SAUDADE, EMBORA DOENDO MUITO, FAZ PARTE DA VIDA E MARCA CADA MOMENTO EM QUE ELA ESTEVE CONOSCO.
    MUITO LINDO TEU TEXTO.
    ABRÇS
    -http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir


  12. Parabéns, amigo!!!
    Sua poesia é maravilhosa e seu trabalho merece ser divulgado!!!

    Bom domingo! Ótima semana!
    Beijinhos.
    ❀ه° ·.

    ResponderExcluir
  13. Ótimo domingo, Toninho!!!!!!!! Abraços

    ResponderExcluir
  14. Saudades todos sentimos, difícil é traduzir o sentimento da saudade.

    ResponderExcluir
  15. Oi Toninho!
    Bela descrição (poema) da sua saudade!
    Parabéns!
    Bjssss e uma semana de sucesso e abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  16. Meu amigo, quem não conhece essa dor?? Seu canto à saudade que chega ficou muito belo. Essa é uma época de saudade, que vai além daquela que envolve os enamorados. Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Toninho querido,
    Poesia mais linda!
    É... essa danada chega sem ser chamada. E faz um nó no peito.
    Pensando bem, só tem saudades quem em boas lembranças, não é mesmo?
    Seria melhor, aprendermos a espantar a dor e no lugar dela, agradecer pela alegria de termos sido amados, de viajarmos e de quem um dia marcou nossa vida.
    Não temos saudades de coisas ruins!
    Beijos, querido do meu coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Izabel que legal vê-la por aqui, que não percamos mais os caminhos. Sim a saudade também faz sorrir e muito.
      Um abração querida amiga.BJu

      Excluir
    2. Ola Izabel que legal vê-la por aqui, que não percamos mais os caminhos. Sim a saudade também faz sorrir e muito.
      Um abração querida amiga.BJu

      Excluir
  18. Meu querido amigo, a saudade é um dos sentimentos mais dolorosos, principalmente quando a sentimentos por alguém que nunca mais voltaremos a abraçar.
    Um poema carregado de sentimento e como sempre perfeita a escolha da canção.

    Um beijinho

    ResponderExcluir
  19. Olá Toninho,
    Há saudades e saudades, embora a palavra remeta sempre ao sentido de uma ausência que se quer presente.
    Saudade, no dia de hoje especificamente, remete àquela de entes queridos que já se foram deste mundo. E dói.
    Contudo, saudade é saudade e sempre vai abalar as estruturas de um coração, principalmente de um ser apaixonado.
    "Lá vem saudade" daria um belo nome para um samba-rsrs
    Lindo o poema. Inspiradíssimo, como sempre.

    Abraço e votos de uma feliz semana.

    ResponderExcluir
  20. A saudade é a certeza que vivemos momentos bons... mas... as vezes doí...

    Que vc tenha uma excelente semana de muita paz...

    Beijos, Toninho...

    ResponderExcluir
  21. A saudade, dizia Camões

    "Gosto amargo de infelizes"...

    E sinto que a saudade se junta à tristeza, de alguém ausente...e Luís Vaz de Camões, falou isso mesmo no Século XVI . As pessoas não mudaram, apenas se tornaram mais cruéis de acordo com a época vivida e a viver! Adorei encontrá-lo nos "7degraus". lindo seu poema! Abraço,

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  22. Fala-se por vezes da saudade com uma certa facilidade ou mesmo banalidade. Se todos pensassem friamente o que este sentimento faz sofrer roendo a alma, minando pensamentos e angústias, talvez a comparassem a uma doença que faz doer mais que muita dor física.
    O seu poema é disso a prova, Toninho. O sofrimento calado onde a palavra ainda fica pelo caminho, tonta, sem saber que mais "fazer"
    Belíssimo, querido amigo
    Fraterno abraço

    ResponderExcluir
  23. A saudade vem quando menos esperamos, quando ouvimos uma musica, vemos uma imagem ou simplesmente vem do nada... com uma força e dói, querer abraçar alguém e não se poder...
    bjs

    ResponderExcluir
  24. Saudade é uma coisa terrível porque não pára de crescer nunca !

    Bons sonhos

    ResponderExcluir
  25. Toninho, lindo poema de saudade. Ela por vezes é terrível, mas tem outras vezes que na saudade o amor se torna mais forte, mais intenso, dizer o quê? Saudade é saudade...
    Beijinhos de Luz!
    Ana Maria

    ResponderExcluir



  26. Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    ♪♬ه° ·.

    ResponderExcluir
  27. Ela é parte constante de todos nós. bjs Bom final de semana, poeta.
    bjs

    ResponderExcluir
  28. a saudade lembra aquilo que não queremos esquecer... [poeta estou esperando seu/s mindim/ns, não recebeu meu email?] bjuuu

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.