Páginas

segunda-feira, 30 de maio de 2016

O menino de brim cáqui.


Hoje veio lembranças do menino feliz,
vestido naquele brim caqui alinhado,
a caminhar por entre ruas de pedras,
aquele menino com o nariz empinado.

Andava como a desfilar pela calçada,
com sapatos engraxados na cor preta,
num o dedo chaveiro do *Mug rodava,
outras vezes dependurado na jaqueta.

Da escola SENAI era o jovem aprendiz,
Orgulhoso a exibir a bela engrenagem
pela mãe bordada num bolso do caqui.
Belo uniforme exibia na sua passagem.

Já não vejo pelas ruas estes meninos,
outrora uma elite da aprendizagem,
com o futuro assegurado nos ensinos,
daquela escola ainda tenho a imagem.

Toninho.
02/05/2016

Nota:

1-     “Mug da Sorte”, boneco em chaveiro que ganhou fama de ser o talismã nos anos 60 e 70.
2-     SENAI- Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial mantido pela Vale Rio Doce.
3-     Brim Cáqui: tecido usado para fardamento por sua resistência.
*************************
Hoje vou indicar dois links que julgo muito interessante para reflexão:



Confiram.

37 comentários:

  1. Toninho, uma boa semana!
    Um poema muito bonito, repleto de boas lembranças e verdades!!
    Quanta coisa já não é como antes, ainda bem que temos gratas vantagens nas modernidades do Admirável Mundo Novo, né?!
    Abraço
    (Vi vc no Vida & Plenitude, obrigada. Penso que gostará de ler o post do dia 25/Uma Reflexão...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo bom comentário por lá e pela referência ao blog/reflexão aqui...
      Valeu! Abração

      Excluir
  2. QAue legal,Toninho! Adorei e lembei da blusa do meu Colégio Cruzeiro, lá no Rio,que era caqui e também do MUG, o boneco.Tivemos 2 aqui, um meu e outro do Kiko quando casamos. Até tenho um texto deles em, algum lugar,rs... Muito bom te ler! Linda poesia e recordações! Ótima semana! abração,chica

    ResponderExcluir
  3. são as memórias que ficam.
    essas três palavras eu não sabia o seu significado, obrigada por explicar.
    uma boa semana.
    beijinho
    :)

    ResponderExcluir
  4. O seu poema é muito belo
    essas memórias trazem nostalgia e pena de um passado...
    talvez o Brasil já tenha tido outra mentalidade de ternura e amor que neste momento se escondeu
    na procura do nada

    E ainda nada encontrou...Gostei dessa diferença que nos apresentou...gostei muito!Beijos,

    Maria Luísa Adães

    ResponderExcluir
  5. Um poema que fala de um passado que é muito bom lembrar.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Olá Toninho!
    Quanta saudades de te ler.
    Andei dando uma pequena pausa que acabou se alongando. Mais a saudade bateu forte.
    Adorei o poema. Como é bom recordar coisas que foram preciosas. Grande Gonzaguinhas. Deixou lembranças com lindas musicas.
    SENAI- presta um serviço de aprendizagem de primeira qualidade. Tem vários alunos do Senai que mora na minha rua. Um serviço de boa qualidade que muitos estão fazendo é a Manutenção para computadores e rede.
    Tua postagem me fez lembrar do meu tempo de escola. Memorias que nunca serão apagadas.
    Um abraço, sorrisos e ótima semana meu amigo.

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Toninho,
    Gostei de saber mais da vossa cultura de tempos passados.
    Aqui era também um pouco assim e tenho saudades desses tempos em que o ensino era excelente, mas não acessível a todos. Hoje tudo mudou.
    Poema magnifico denotando bem as saudades e as boas lembranças.
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  8. Que lindo poema, muitas coisas estão ficando na saudade.
    Amei ler aqui, abraços apertados!

    ResponderExcluir
  9. Saudades cheias de lembranças num lindo e maravilhoso poema caro amigo Toninho ,nunca é demais recordar um passado mas presente nas nossas memória ,e como diz Victor Espadinha recordar é viver certamente ,um grande abraço feliz semana .

    ResponderExcluir
  10. Belo poema recordando bons tempos! Não conhecia o "Mug da sorte", aprendi mais uma! É por isso que sempre digo Vivendo e Aprendendo, rs, e como a gente aprende nesse mundo maravilhoso dos blogs! É só saber ir no lugar certo! Aqui com certeza é um desses lugares de muito aprendizado! Obrigada!
    Bjs, linda noite! 🙂

    ResponderExcluir
  11. ~~~
    Tive que pesquisar sobre o SENAI e gostei
    muito do que li na Wikipédia.
    Vi a engrenagem que andou sobre o seu peito.
    Também tenho saudade do tempo feliz do liceu,
    em que andava vestida de bata branca.
    Agora, os estudantes já não andam fardados.

    Uma semana muito agradável.

    Abraço, amigo.
    ~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  12. Por último - mas o mais importante - o seu
    poema de partilha de saudade está impecável
    e muito interessante.
    ~~~ Beijo
    de grande amizade.

    ResponderExcluir
  13. Poema repleto de histórias , de valores de uma época, Grata pela divulgação do post do pensandoemfamilia. Irei visitar a outra indicação. bjs

    ResponderExcluir
  14. Que legal, Toninho! No pré eu tinha um travesseirinho em formato de Mug! Que boa lembrança seu poema suscitou!
    Estou para vir aqui há um tempão para lhe agradecer seu carinho comigo pelo meu aniversário. Obrigada! Também pelos bons votos! Amei a expressão "passarinho do Google".
    Abração!

    ResponderExcluir
  15. Que legal, Toninho! No pré eu tinha um travesseirinho em formato de Mug! Que boa lembrança seu poema suscitou!
    Estou para vir aqui há um tempão para lhe agradecer seu carinho comigo pelo meu aniversário. Obrigada! Também pelos bons votos! Amei a expressão "passarinho do Google".
    Abração!

    ResponderExcluir
  16. Olá Toninho,
    Bonitas lembranças...
    Na cidade onde moro tem essa escola,
    não sei atualmente como é a procura pelos cursos,
    mas há algum tempo atrás, era o sonho de todo adolescente estudar no Senai...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá amigo
    Que lembranças agradáveis para você. O SENAI ainda existe, aqui em PL tem, mas não sei como funciona, mas é muito procurado pelos adolescentes e jovens.
    Um abraço, caro Toninho

    ResponderExcluir
  18. Hoje até usar uniforme em algumas escolas que não exigem as crianças não querem mais, o estudo muitas vezes se dá pouco até em sala de aula, me casa não fazem lição de casa, não se tem prazer mais na escola, estamos vivendo dias difíceis Toninho, belas tuas memórias

    ResponderExcluir
  19. As ruas e caminhos percorridos na infância , as brincadeiras a caminho da escola , o ensino levado tão a sério , orgulho na farda ...será que existem hoje ? Ah , mas fic essa memória gostosa que deu beleza a esta poesia !
    Parabéns querido amigo !

    ResponderExcluir
  20. Oi Toninho
    Eu adorei a sua postagem.
    Eu parei de lecionar na hora certa, pois era muito exigente.
    Mas Deus me presenteou com um filho que está sempre estudando, como já tem duas
    Faculdade e já trabalha agora lê suas coleções.
    Se der moleza, a molecagem domina.
    Beijos
    Dorli

    ResponderExcluir
  21. Toninho,
    O poeta tem esse privilégio de poder embrenhar-se no tempo e de tirar das suas velhas arcas momentos que poderão ser sempre de grande importância. É a vantagem de ser-se poeta.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  22. E o futuro tornou-se tudo o que aquele menino impecavelmente vestido de brim sonhou? Espero que sim. Que linda melodia para embalar as suas recordações.
    Abraço
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  23. Olá, amigo Toninho !
    Bom dia !
    Essas reminiscências são tão presentes, que
    até entendo pertencentes ao "hoje", e não ao
    " passado" . Lindo texto. Parabéns, com o meu fraterno abraço.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  24. Olá, amigo Toninho !
    Bom dia !
    Essas reminiscências são tão presentes, que
    até entendo pertencentes ao "hoje", e não ao
    " passado" . Lindo texto. Parabéns, com o meu fraterno abraço.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  25. Aos poetas tudo é permitido.
    Gostei.
    Desejando que o amigo se encontre bem,
    deixo um abraço.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  26. Boa noite, amigo Toninho!
    Também sinto orgulho (falta) da menina de uniforme com um peito de suspensório com a blusinha branca sempre impecável... fui até porta bandeira, rs...
    Tempos vividos na inocência e na esperança de um futuro feliz...
    Oxalá tenha sido o seu assim!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  27. Lindas recordações,Toninho
    Também me lembro, com saudades, do meu "menino"quando cursava o IME(Instituto Militar de Engenharia).
    Obrigada por brincar junto e pelo carinho para conosco.
    Tenha uma ótima noite.
    Um abraço amigo de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  28. A infância é um sítio onde gostamos de voltar - pode ser uma casa na árvore, um balouço, o recreio de uma escola. Não interessa. Será sempre a nossa casa. Muito bonito o seu poema. Palavras nostálgicas, acompanhadas pela voz melodiosa de Gonzaguinha. Muito bom.

    Um beijinho, Toninho

    ResponderExcluir
  29. Graças a Deus nossas lembranças não morrem! Ainda tem os cursos do SENAI mas ninguém (nem nas escolas)usa mais uniforme. Eu via sempre as alunas do Instituto de Educação uniformizadas saindo da escola... Um abençoado final de semana! Tetê

    ResponderExcluir
  30. Nossas recordações são os amigos verdadeiros, são como livros, buscamos sempre que houver necessidade. E quando eles, esses momentos, se vestem de saudades, melhor ainda. Só sentimos saudades de algo que foi muito bom.
    Bonito esse poema, essas recordações, Toninho. Afinal, são parte de nós.
    Beijo, amigo!

    ResponderExcluir
  31. Boa noite Toninho.
    Como dizem recordar é muito bom, bonito poema. Um feliz e abençoado final de semana. Enorme abraço.

    ResponderExcluir

  32. Saudade de sua poesia!
    Nesse tempo o estudo era para valer... não tinha "progressão continuada", os estudantes levavam o ensino à sério!...

    Bom fim de semana, amigo!
    Beijinhos.
    💕ه° ·.

    ResponderExcluir
  33. Meu amigo recordar é voltar a viver os momentos passados.
    Lindo poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  34. Muito belo, Toninho! As lembranças da infância são tão inspiradoras...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  35. Amigo Toninho,
    Adorei o seu poema cheio de boas e saudosas recordações e toda a explicação e reflexão que nos deu.

    Um beijinho e boa semana

    ResponderExcluir
  36. Toninho,
    que boa dica de canção e
    que postagem mais
    cheia de pontuações
    da vida.
    Feliz nova semana.
    Bjins
    Catiaho Alc.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.