Páginas

sábado, 21 de julho de 2018

Atrás da cortina.



Avisto a linda casa pequenina,
lá reina o amor sem maldade,
lá é o refúgio da minha rotina,
lá onde mora minha saudade.

Quando tem noite de lua cheia,
ela é mais linda sob um clarão.
O meu olhar todo se incendeia,
sinto-me no estado de elevação.

Pirilampo com luz esverdeada,
besouro suicida na lamparina,
voa uma coruja na sua caçada,
predadora noturna na surdina.

Pelo amanhecer a bela sinfonia,
que vem das arvores do pomar
todos pássaros na fina sintonia,
fazem-me sentir rei deste lugar.

Quando se cobre pela neblina,
fica translucido todo caminho.
Sorrio feliz de trás da cortina,
Ao ver o sorriso deste menino.    

Toninho.
21/07/2018

Inspiração para o projeto Poetizando e encantando da professora Lourdes de todos os fins de semana. Conheça e participe lendo outros inspirados aqui: filosofandonavidaproflourdes 


Um bom fim de semana 
com paz e alegrias.
Grato.





31 comentários:

  1. Oi Toninho,
    Um menino que cresceu saudoso daquele que deixou feliz brincando com pirilampo.
    Adorei
    Linda participação
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, querido amigo Toninho!
    Sabia que escolheria esta bela imagem que lhe retrata fielmente.
    É a terceira leitura poética consecutiva que faco nestas horas desta imagem...
    Todas distintas, embora as mesmas poetizem saudade contida e doces lembranças de um tempo memorável que o tempo não apaga.
    O video não o conhecia: de baunilha (saborosamente escolhido ao paladar) e manaca (flor ímpar)... assim são as lembranças de meninos que um dia fomos...
    Quiçá ainda não o sejamos?!
    Linda poesia! Tecida na sua essência, segundo nos transmite várias vezes mesmo distintamente.
    Tenha um fim de semana feliz e abençoado!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Um poema desses é para se louvar e agradecer ao poeta que, com sua imensa sensibilidade, dissecou um paraíso!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Doces memórias afloraram no coração desse poeta itabirano que assim como Drummond encadeou com maestria as vivências da meninice fazendo aflorar nos lábios do menino o sorriso explícito da felicidade. Esmiuçou com perícia recriando um cenário idílico das vivências tão primorosas de uma fase ímpar da vida
    Te aplaudindo aqui conterrâneo
    Um maravilhoso final de semana com muita paz e momentos de alegria
    Beijos e carinhos

    ResponderExcluir
  5. Linda essa casinha e tua inspiração e mesmo não participando dessa BC enqto em férias ,vim deixar abraços praianos...chica

    ResponderExcluir
  6. Memórias que impulsionam uma sensível poesia traçada pela saudade que pontua o de melhor de uma infância feliz em contacto com a natureza. Fui conhecer a proposta desta BC, assim que puder vou ousar participar. Boa noite.

    ResponderExcluir
  7. Boa noite amigo Toninho!
    desculpe a demora para adicionar seu link e vir aqui apreciar sua majestosa poesia. Hoje, a cabeça me bateu a doer e não é nada bem, fico sem graça quando isso acontece. Passando graças a Deus.

    Amigo, você, a Geni minha mana e a querida Gracita escolheram essa imagem. cada poesia um encanto com belas recordações. A sua majestosa poesia, digna do grande poeta que és, me encantou, estou deveras maravilhada.
    Lembranças guardadas, quem sabe desde a infância, veio a tona ao interpretar esse paisagem e ficou uma linda poesia. Obrigada amigo por mais uma vez participar e nos da o privilégio de vir aqui apreciar seu lindo poetar. Seja sempre bem vindo!
    Tenha uma noite de paz e um amanhecer feliz. Abraços

    ResponderExcluir
  8. Como disse mais de uma vez meu amigo Toninho, tu és o lídimo representante da poesia de Minas Gerais. Eta Mineirinho que deu conta do recado, poeta sensível e dedicado à sua poesia. Gostei muito meu amigo desse belíssimo poema ( e da casinha), poema que se inicia com essa bela estrofe:

    Avisto a linda casa pequenina,
    lá reina o amor sem maldade,
    lá é o refúgio da minha rotina,
    lá onde mora minha saudade.


    Uma bom domingo pleno de paz.
    Um grande abraço
    Pedro

    ResponderExcluir
  9. Olá meu amigo!
    Que grande verdade, nos deixou através desta bela poesia, é mesmo... as memórias da infância sempre nos trazem muita nostalgia; recordações dos belos tempos de criança que nunca esquecem!
    Obrigado amigo por suas visitas, e seus comentários, fico muito feliz quando comenta no meu cantinho, volte sempre!
    Beijos com carinho. E uma óptima semana.
    Seja muito feliz com a graça de Deus.

    ResponderExcluir
  10. Que belo poema, meu amigo Toninho! E essa casinha, que coisa mais linda!? Um poema cheio de saudades, de ternura o qual eu li e reli, de tão meigo. Preciso lhe dar os parabéns? Claro, sempre!! Você sempre nos surpreende!

    Quando tem noite de lua cheia,
    ela é mais linda sob um clarão.
    O meu olhar todo se incendeia,
    sinto-me no estado de elevação.

    Beijo, querido amigo. Um bom domingo.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela sua construção poética :))

    Hoje:-{B-C Poetizando} Rodopiando em delírio.

    Bjos
    Votos de um óptimo Domingo


    ResponderExcluir
  12. Toninho, que frescura no poetar nesse cenário de beleza !
    também gostei da imagem, e me senti atraída pensando que poderia ser a rainha desse reino de verdura :)
    mas fiquei pela valsa azul que deixo no meu bloguinho de poesias

    https://poesiesenportugais.blogspot.com/

    abraço Toninho
    bom domingo
    Angela

    ResponderExcluir
  13. Uma participação muito bonita e construtiva. A imagem trouxe ao seu coração lembranças e ternuras intensas... Que casinha lindinha!
    Poetizar é mesmo alçar voos fantásticos...
    Um abraço neste domingo

    ResponderExcluir
  14. Bela inspiração, que sai de trás da cortina, para poetizar e encantar com um doce e especial lirismo.

    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  15. Muito bom! Deu uma sensação de roça agora, uma saudade rs rs

    ResponderExcluir
  16. Querido Amigo.
    Sabia que iria optar por esta imagem, também me senti atraída por ela... é uma doce memória que aflora, de tempos a tempos, na sua obra.
    A ela já me tinha referido.
    Se um dia ficar rica terei muito gosto em ofereço-lhe uma casinha assim.
    Depois chegou a minha inspiração de conto, nunca me imaginei a escrever contos... este prazer a si o devo, por isso é o padrinho do Refúgio dos Poetas.
    Um sonho de pureza e simplicidade, tornam o seu encantador poema singular e distinto...
    Cada estrofe é uma belíssima pérola poética que comove o coração do leitor.
    A canção está bem conjugada, 'post' magnífico em sua autencidade...
    A sua poesia é viva, expressando sempre fina sensibilidade.
    Abraço especial de grande cumplicidade poética. (Quem diria!)
    Domingo e semana agradáveis e felizes...
    Beijo
    ~~

    ResponderExcluir
  17. Vida, luz, sonho, a voar na imaginação como pirilampos. Bela participação

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde Toninho!
    Que inspiração digna de aplausos,levando-nos a sonhar com esse lindo lugar.
    "Pelo amanhecer a bela sinfonia,
    que vem das arvores do pomar
    todos pássaros na fina sintonia,
    fazem-me sentir rei deste lugar".
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  19. Todos deviam ter uma casinha azul, um pequeno refúgio rodeado de jardins e árvores de fruto, para onde voltar. Lindo momento
    Abraço, uma linda semana
    Ruthia

    ResponderExcluir
  20. Bom dia Toninho, que lindo este poema transbordando saudosimo da casinha maravilhosa, um recanto invejável para uma noite de lua cheia e um amanhecer orquestarado pela afinada garganta da passarada. É tão bom voltar no tempo! Um deslumbre seus versos, como sempre!
    Votos de uma feliz e abençoada semana.

    Bjss no coração!

    ResponderExcluir
  21. Um poema tão belo, tão cheio de ternura, tão a torna-lo rei dessa casa que descreveu com tudo o que a rodeia… Parabéns, meu Amigo.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  22. Mais um poema doce, sensivel, que fala de recordaçoes e saudades... adoro isso...

    Beijos, Toninho...

    ResponderExcluir
  23. Uma casinha onde reine dentro e fora paz e amor.
    Maravilhoso poema.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  24. E as palavras esboçaram um sorriso por tão linda e romântica poesia cheia de bucolismo onde a paisagem é a moldura da beleza poética . E o tempo parou enquanto se vivia juntamente consigo , querido amigo Toninho
    Lindooo!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  25. Maravilha amigo.... amei, lá também mora minha saudade!

    ResponderExcluir
  26. Oh Toninho!
    Que cantinho aconchegante, cheio de pirilampos e inspirativo, parabéns!
    Desejo uma semana plena de luz e paz!
    “O homem está sempre disposto a negar tudo aquilo que não compreende.” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/07/divulgacao-cultural-97-45-poetizando-e.html

    ResponderExcluir
  27. Boa noite Amigo!
    Todo dia é uma ocasião especial. Guarde apenas
    o que tem que ser guardado. Lembranças, sorrisos,
    poemas, cheiros, saudades, momentos.
    ((Martha Medeiros)

    Vamos mais uma vez poetizar e encantar com nossos poemas, guardar o que é bom, o que nos da prazer e deixa a alma leve.

    Amanhã postarei o Poetizando logo cedinho. Seja mais uma vez bem vindo!

    Abraços, feliz fim de semana!

    ResponderExcluir
  28. Maravilhoso este momento poético, que também me trouxe doces recordações,de uma casinha no campo... onde a família se reunia, nas férias do Verão... em tempos... que não voltam mais...
    Mais uma bela inspiração... que nos transmite adoráveis emoções... e boas recordações...
    Há casinhas assim... que ficam morando para sempre, no nosso coração...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.