Páginas

sábado, 25 de setembro de 2021

Janela da fantasia

 

Dia da BC_ Botando a cabeça para funcionar  criação da Chica e o neto Neno. Acontece todos os dias 5, 15 e 25 com uma imagem para inspiração. Vamos participar, ver os amigos lá. chicabrincadepoesia


Janela da fantasia


Queria navegar neste mar infinito,

dentro deste barco sou o navegante,

com um sonho de menino com agito,

ser viajante solitário neste instante. 

 

Um vento forte vem agitar agora,

agita um pano esquecido na janela,

onde debruço o desejo de ir embora,

vento inspira singrar na caravela.

 

Esta casa não é minha nem o mar,

mar que me trouxe numa galeota,

de uma África que só ouço contar,

por um preto velho aqui na ilhota.

 

As paredes no desgaste rebuçadas,

ocultam marcas do tempo e espera,

de um barco com suas velas içadas,

onde me lanço na viagem quimera.

 

Toninho

25/09/2021   

 

Grato pela visita.


 


14 comentários:

  1. Boa noite de sábado, querido amigo Toninho!
    Esta casa não é minha, nem é meu este lugar... Lembrei-me, lendo seus versos.
    Muito inspirado no poema de saudade e espera ansiosa...
    "As paredes no desgaste rebuçadas,
    ocultam marcas do tempo e espera,"
    Gostei muito dos versos que aqui recortei.
    Muito intensos e verdadeiros, estamos sempre prontos a partir... Para os braços de onde mora nossa maior saudade, amigo.
    Tenha um domingo abençoado com seus familiares!
    Muita inspiração na primavera para você, amigo querido.
    Deus lhe abençoe com perfume de flores do bem e da paz!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderExcluir
  2. Oi, Toninho!
    Lindo poema, recheado de nostalgia.
    Adorei esse verso aqui: "onde debruço o desejo de ir embora,", achei muito bem trabalhadas as palavras, um retrato falado de um sentimento profundo e, por vezes sufocado. Parabéns pela postagem, aplausos.
    Bjs, Marli - A Dança das Flores

    ResponderExcluir
  3. Ton inho0, esbanjas inspiração sempre! Linda demais tua poesia e participação... O mar nem a casa são nossos...Estamos de passagem e smpre prontos para o içar das velas... Adorei.Obrigadãpo! Lindo domingo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Olá Toninho! Lindos versos nostálgicos. Muito inspiradora sua poesia."as paredes no desgaste rebuscadas, ocultam marcas de um tempo de espera de um barco de velas içadas. O desejo de partir, peito apertado a cada vislumbre no horizonte. Que o sonho se realize e o coração se liberte da angústia da espera. Abraços.Bom domingo.

    ResponderExcluir
  5. Obs:Paredes rebucadas( meu teclado não aceita "rebussadas"(com cedilha)

    ResponderExcluir
  6. Uma participação bem conseguida com um bonito poema.
    estou de volta. Cheguei ontem à noite, as férias interrompidas para não deixar de cumprir o meu dever de cidadã.
    Abraço, saúde e bom domingo

    ResponderExcluir
  7. Participação BRILHANTE, poeticamente falando/escrevendo.
    .
    Um domingo feliz … Cumprimentos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  8. Como sempre, é brilhante nas suas publicações. Um poema lindo demais!:))
    -
    Silêncios do tempo...
    -
    Beijos, e um excelente Domingo.

    ResponderExcluir
  9. Participastes com maestria, amigo Toninho
    Bravo!
    Tenha uma feliz nova semana.
    Um carinhoso abraço.
    Verena.

    ResponderExcluir
  10. Que maravilha amigo Toninho, esse encontro com duas grandes vozes. Portugal e Brasil unidos. Emocionante demais.
    O seu poema é a descrição poética perfeita, da linda imagem que a amiga Chica e seu netinho escolheram.
    5 estrelas meu amigo esta a sua participação.

    Beijinho amigo, feliz semana !

    ResponderExcluir
  11. A fotografia é linda e o seu poema é muito inspirado e reflexivo.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Toninho!
    Li seu poema ao som dessa maravilhosa parceria de Milton com Carminho. Muito bem casada sua escolha. Fui longe com seu poema - mar adentro!
    Boa semana!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  13. Música bonita para a sua tão emocionante participação. Poetizou bem, a vida é um caminho e nossos pertences não são permanentes...
    Meu abraço...

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Toninho.
    Um poeta e tão, parabéns!
    Linda participação, é um olhar e velejar da vida...
    Abraços fraternos.
    Ju

    ResponderExcluir



Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.