Páginas

sábado, 15 de agosto de 2015

Pedras que falam.


 Uma proposta da Chica onde uma imagem é ofercida para criação livre ela acontece em 5,15 e 25 de cada mes. Veja por la como as pessoas se inspiram nas imagens. Confiram aqui: chicabrincadepoesia
Apos a imagem de hoje minha leitura/inspiração.

Pedras que falam.

Conta à boca miúda que ali viveu uma família de pessoas estranhas, que pouco se comunicavam com a vizinhança, pouco ou quase nada se sabia daquela família. Segundo alguns curiosos pela beleza do lugar, arriscaram chegar mais perto e que se ouviam conversas de crianças na casa, mas que ninguém conseguiu vê-las. 

A casa tinha um belo jardim com grande presença de pássaros de todos os tipos e cantos. O que deixava as pessoas curiosas era ver o senhor da casa sempre carregando pedras numa carroça puxada por um burro. Que parecia já cansado daquela tarefa, devido os gritos daquele homem com ele para prosseguir.

Certa manhã percebeu-se, que havia um silencio na região da casa, mas ninguém arriscou saber, o que se passava. Passados alguns dias, Zé Mané um cabra metido a bravo da vizinhança, falou que ia por lá descobrir, o que estava acontecendo e montou no seu cavalo alazão seguiu para o terreno daquela gente estranha.

Quando chegou o silencio era geral, nenhuma criação viu pelo terreiro nem roupas estendidas no varal como de costume. Resoluto decidiu descer do cavalo e circular pelo quintal. Quando chegou ao fundo ficou maravilhado de ver um campo verde, que dava para a mata próxima do rio, pelo chão viu alguns restos de brinquedos quebrados, mas o que lhe chamou a atenção foi uma organização de pedras empilhadas artisticamente formando uma espécie de paredão circular e neste algumas plantas hospedeiras se faziam presentes.

Mas quando se aproximou, algumas pedras se mexeram e ouviu uma espécie de suspiro profundo saindo das pedras, saiu como um louco e num galope rápido montou no seu cavalo, como um raio sumiu no horizonte e só parou quando chegou na cidade e falou para um amigo e sumiu na estrada. Até hoje ninguém mais soube dele e nem o que aconteceu de fato naquele lugar, que hoje em ruínas guarda segredos, que ninguém ousa se aproximar. 

O paredão de pedras cada vez mais coberto pelas plantas trepadeiras formando um lindo lugar para ver de longe e muitas fotos foram espalhadas pelo mundo. O que estaria enterrado debaixo daquelas pedras, carregadas anos e anos pelo estranho morador?

Toninho
Agosto/2015 
************************************************************************
Um belo domingo pra todos e que a nova semana seja bela e boa.


16 comentários:

  1. Um belo de conto repleto de magia e mistério. Bela inspiração. bjs

    ResponderExcluir
  2. AFF!! Que medo!! Foste sensacional,Toninho!

    A música deu o toque fantástico e tétrico ao conto!

    Adorei e fico imaginando o que teria por lá!

    Quando voltar lá com o Neno, vou passar longe,rs Sabe-se lá!rs

    ADOREI! Obrigadão e vou levar teu link!

    Tua imaginação é grande!

    abração,chica e lindo domingo!!

    ResponderExcluir
  3. Muito criativo a sua mente, tens missão, sabes disso.
    Eu fiquei ansiosa com o desen e olar da história, que a música favoreceu bastante ao clima de mistério.
    Sabe-se lá o que o " corajoso" viu, só sei que acovardou-se na hora, rs.
    Nem tenho ideia, a cada leitura vem um monte de imagens ao meu cérebro.
    Parabéns.
    Você é DIVINOOOOOOOOO!
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  4. Grandioso momento caro amigo ,nada como começar este Domingo com tão belas palavras ,um grande abraço ,feliz Domingo.

    ResponderExcluir
  5. Mistério e magia! É sempre um bom pano de fundo para um bom conto. Parabéns, Toninho. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. OI Toninho , achei o conto maravilhoso vc leva jeito, mais as suas poesias são mais lindas, um domingo maravilhoso para vc e todos da família,vai o meu abraço.



    ResponderExcluir
  7. ❤ه° ·.
    Enquanto lia, pensei numa animação para esse conto, como na série folclórica "Juro que vi".
    Excelente! Parabéns!

    Bom domingo!
    °ه✿♫ Boa semana!
    °ه✿ Beijinhos.
    ºه✿✿ ♫° ·.

    ResponderExcluir
  8. Fiquei curiosa, Toninho
    Enfim, são mistérios da meia noite...rs
    Excelente participação!
    Um abraço amigo de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  9. Toninho, eu também fiquei curiosa com tanto mistério.
    Escreva a segunda parte da história e conta o aconteceu..
    Muito boa participação!
    Um abraço,
    Amara

    ResponderExcluir
  10. Espetacular o conto... o medo deu o tom certo... a musica ajudou...

    Beijos, Toninho..

    ResponderExcluir
  11. Boa noite Toninho.
    Uma bela historia, eu fazia a mesma coisa, saia a galope o mais rápido possível, pedras se mexendo, pensaria logo que era algum espirito rsrs. Uma linda semana. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Uau... maravilhoso este conto Toninho, Parabéns!
    Obrigada pela visita e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  13. Uau... maravilhoso este conto Toninho, Parabéns!
    Obrigada pela visita e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  14. De uma bela,mas simples, imagem, nasce uma história r de fantástica imaginação: talento de escritor, não é privilégio de todos...Parabéns, Toninho, beijo!

    ResponderExcluir
  15. Olá, a migo Toninho
    Mesmo não gostando de filme de terro, dou-lhe meus parabéns! Ficou suave até...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  16. Bom dia Toninho,
    Que imaginação fértil,
    o texto me prendeu a atenção do
    começo ao fim!
    Bonita e inspirada participação...
    Beijos :)

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.