Páginas

sábado, 4 de setembro de 2010

Poder da Criação

Poder da Criação.



Na saudade que sinto
Que me faz assim sonhador
Sonhando em cada momento
Renascendo em cada manhã
Vivendo a eterna magia do poder da criação
Nascem letras crescem palavras
E palavras geram emoções

Coisa mais linda não há nesta vida
Que esta fonte inesgotável da nossa mente
Criar e recriar as emoções
Lançar-se e embrenhar pelos caminhos obscuros
Chorar no choro dos justos e inocentes
Nos ombros perfumados poéticos da criação

E se o poeta finge suas dores
Não pode por certo fugir de suas emoções
Acorda-se encantado e anoitece desesperado
Nas mãos de sua fantasia, sonha uma a vida em poesia.




Toninhibira

04/09/2010

8 comentários:

  1. "Ela é uma luz que chega de repente/com a rapidez de uma estrela cadente/e acende a mente e o coração." Esta definição é do João Nogueira e se encaixa com uma luva nesta sua bela inspiração. Meu abraço. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo Toninho, vou te confessar, desde ontem que venho aqui, leio esse teu maravilhoso poema, e não encontro palavras que possam estar à altura dos elogios que esse poema merece... Amigo, a cada dia você consegue me surprender mais um pouco com sublimes inspirações... Realmente te aplaudo com alma e coração! Receba aí meu querido poeta, meu abraço de emoção por ter o prazer de ler e sentir tuas belas criações...
    Carinhos meus a ti, sempre... Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Meu amigo, como dizia Fernando Pessoa, o poeta é um fingidor, e diria que um sonhador, capaz de criar mundos e palavras inefáveis.
    Impronuciáveis para quem não se atém ao significado que sua alma quer lhe imprimir.
    Por isso é tão bom quando estamos a ler-te amigo, e sentirmos a beleza emanada de tua inspiração. Que ela venha sobre nós teus leitores como um manto, a nos cobrir e nos aconchegar no calor de tua paixão.
    Um abraço do teu leitor.

    ResponderExcluir
  4. Meu amigo que maravilhoso o mundo da Internet, os amigos dos nossos amigos, nossos amigos são. Quão maravilhoso um dia podermos todos dar nossas mãos e nos apertarmos em deliciosos abraço e dizer obrigado ao Criador porque nos ensinou este caminho a seguir, seja sempre bem vindo há bola redonda que nos faz girar a todos meu amigo poeta.
    Beijinhos de luz e muita paz

    ResponderExcluir
  5. Amigo se me permitir, e para selar nossa amizade tenho no cimo do meu blog. um simples selinho com a minha mãos uma flor para oferecer aos amigos se quiser pode levar mas se eu também não irei ficar triste o que conta são as amizades livres sem preço.
    agradecida

    ResponderExcluir
  6. Oi Toninho, tudu de bom para vc, uma semana de paz. Os versos são lindos, parabens amigo, Um abraço carinhoso Celina.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.