Páginas

terça-feira, 27 de julho de 2010

A arte de simpatizar



Tenho comigo a convicção, de que das emoções que vivemos, a simpatia é uma das mais interessantes, pelo fato de nos colocar na vida de outras pessoas numa maneira meio que natural desprovida de outras emoções, que senão a de se achar bem e sentir que esta fazendo bem. Há certa magia neste sentimento, que às vezes nem temos como explicar, é simpatiza e pronto. Ali se cria um laço com suas amarras feitas numa relação de troca de amabilidades, sinceridades e cooperação.



Numa ampla visão simpatizamos com coisas, pessoas, cidades, partidos políticos, animais enfim uma enormidade de situações, nas quais nos surpreendemos usando o termo simpatia. Não é raro ouvirmos as pessoas dizerem que não se simpatizam com alguém por este ou aquele motivo, ainda que não se expliquem ou justifiquem. Mas é assim, basta que você não goste de alguém ou algo, que a palavra simpatia vem logo à tona para auxiliar num sentimento, que evitamos assumir. Assim usamos a palavra que assume a condição de eufemismo, para nossa comodidade.



Um bom exemplo é no Recanto das Letras, aonde a gente vai criando um laço de simpatias seja pelo comentário ou mesmo pela arte de cada um se posicionar. E nesta evolução de simpatia, nos surpreendemos na mais linda maneira de comunicar com pessoas de todos os cantos do Brasil, e numa espécie de link ativo vamos simpatizando com pessoas, que são simpáticas daquelas que nos são simpáticas criando uma rede de simpatia, que fazemos das tripas coração para que este link nunca seja quebrado, nos permitindo sempre a conexão direta com estas pessoas. E confesso que assim ficamos cativos a estas pessoas e suas criações, não se permitindo deixar de passar na pagina, nem que seja para uma espiadela, ou mesmo para deixar uma marca carinhosa.



Isto me faz lembrar uma declamação da cantora Bethania em seu disco Drama do 3° Ato de 1973 gravado ao vivo no Teatro da Praia Rio de Janeiro com um trecho do texto de Fernando Pessoa:

"Eu quero ser sempre aquilo/Com quem eu simpatizo/E eu torno-me sempre/Mais cedo ou mais tarde/Aquilo com quem eu simpatizo/E eu simpatizo com tudo/São simpáticos os homens superiores/Porque são superiores/E são simpáticos os homens inferiores/Porque são superiores também/Porque ser inferior é diferente de ser superior/E isso é uma superioridade/A certos momentos de visão/Eu simpatizo com alguns homens/Pelas suas qualidades de caráter/Com outros eu simpatizo/Pela falta dessas mesmas qualidades/E com outros ainda eu simpatizo por simpatizar com eles/Como eu sou rei/Absoluto na minha simpatia/Basta que ela exista/Para que tenha razão de ser.”

Assim como esta beleza de criação do Pessoa, podemos nos sentir absolutos com nossos sentimentos com relação às pessoas que fazem nossos dias mais iluminados pela paz com momentos de puro prazer num perfeito equilíbrio de nossas emoções. Bem como não entendemos como algumas pessoas fazem questão de serem antipáticas, seja por se acharem a ultima cocada do tabuleiro, ou mesmo por se sentirem superiores ou mesmo grávidas de rei na barriga, enfim a gente sempre sonha com um mundo onde todos se harmonizem numa verdadeira cadeia de carinho, onde cada um possa estar envolvido na promoção da felicidade e do bem estar geral.



Um mundo de gente que se doa, que reparte que faça arte parte de um projeto imenso de fazer deste viver um ato de amor entre pessoas e todas as coisas do universo em perfeita harmonia com a natureza e que sejamos todos felizes.

Toninhobira








27/07/2010.

2 comentários:

  1. É meu amigo, e quando a simpatia é recíproca,
    tudo se ilumina, tudo se torna magia, e pensando
    assim, vou compartilhar com você um poema que
    meu amigo Marcial Salaverry escreveu falando
    dessa linda amizade que a simpatia nos traz...


    UMA AMORZADE COLORIDA
    (Marcial Salaverry)

    Branca é cor da amizade...
    Vermelha é cor da paixão...
    Rosa é a cor da amorzade...
    Sempre amigos,
    mais que namorados...
    Uma ligação sincera...
    Meio amor... meio amizade...
    É a amorzade colorida...
    Sem cobranças...
    Algumas lembranças....
    Sigamos então
    lado a lado,
    sem rumo,
    sem destino...
    Apenas seguindo...
    Mãos dadas,
    olhos nos olhos,
    como só
    os que se gostam,
    sabem fazer...
    Não nos amamos,
    com a cor viva da paixão...
    Mas nos gostamos,
    com as cores sinceras
    da amizade,
    o que nos traz felicidade...
    Por que ficar distantes?
    Dê-me sua mão,
    pegue na minha.
    e sejamos,
    "Amigos para sempre..."

    Que você tenha uma linda noite de inspirações...
    Bjsss......Flor

    ResponderExcluir
  2. "Sabe o que eu queria, agora, meu bem?
    sair lá fora e encontrar alguém
    que não me dissesse nada
    não me perguntasse nada também.
    Que me oferecesse um colo, um ombro
    onde eu desaguasse tantos desenganos
    Mas a vida anda louca
    As pessoas andam tristes
    meus amigos são amigos de ninguém."

    Na verdade, eu não ia comentar com o Vander Lee. Não tem problema, no entanto, pois a mensagem dessa canção é linda. Eu ia declamar Pessoa, na voz de Behânia e você já o fez. Eu me arrepiei quando li esta sua crônica. Você esta no rol daqueles anjos que Deus de vez em quando põe aqui entre os humanos para melhorar a espécie. Abraço muito grande, meu amigo! Paz e bem.

    ResponderExcluir




Obrigado pela sua visita.
Alguma dificuldade ou desconforto neste blog como tamanho de fonte, dificuldade de comentar, links maliciosos etc favor comunicar para corrigir.
Caso não tenha um blog poderá comentar como anonimo e no fim colocar seu nome ou não para que possa agradecer.
Fique a vontade!
Meu abraço de paz e luz.